O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) realizou uma pesquisa onde analisa as melhores e piores metrópoles do país. Foram avaliados o avanço do capital humano, da infraestrutura urbana e de renda e trabalho durante os anos de 2000 a 2010 nas grandes cidades brasileiras. O resultado foi apresentado pelo Ipea nessa segunda-feira, 05 de outubro.

A pior colocada do ranking foi a região metropolitana de Manaus. Com os piores índices sociais e econômicos do Brasil. A região possui mais de 2 milhões de habitantes e baixos níveis de renda e trabalho, capital humano e infraestrutura. Ela é seguida por Maceió e São Luís.

Publicidade
Publicidade

A região metropolitana do Rio de Janeiro ficou em 9º e a região de São Paulo ficou 14º lugar no ranking.

O Índice de Vulnerabilidade Social (IVS) é composto de 16 indicadores divididos nas três categorias: Infraestrutura Urbana, Capital Humano (saúde e educação: mortalidade infantil, analfabetismo, crianças fora da escola) e Renda e Trabalho. Ao todo, 1.307 municípios brasileiros (23,48%) estão na faixa de prosperidade social muito baixa, com baixo índice de desenvolvimento humano e uma vulnerabilidade muito alta. Dessas cidades, 8 em cada 10 ficam no Nordeste do país. Apenas 2,9% dos municípios nordestinos têm prosperidade alta.

Os melhores índices estão nas regiões Sul e Sudeste com 9 em cada 10 municípios muito prósperos e com vulnerabilidade mais baixa que as demais regiões brasileiras.

Publicidade

A infraestrutura das cidades é medida por três índices: rede de água e esgoto, coleta de lixo e tempo gasto de deslocamento do trabalhador entre sua casa e seu trabalho. A pesquisa mostra que o número nacional de casas sem água e esgoto caiu de 8,91% para 6,12%. E a coleta de lixo caiu de 8,88% para 2,98%.

Confira a lista completa das piores metrópoles do país:

1) Manaus

2) Maceió

3) São Luís

4) Recife

5) Salvador

6) Belém

7) Fortaleza

8) Distrito Federal e Entorno

9) Rio de Janeiro

10) Goiânia

11) Grande Vitória

12) Natal

13) Belo Horizonte

14) São Paulo

15) Curitiba

16) Vale do Rio Cuiabá

17) Porto Alegre

18) Baixada Santista

19) Campinas

20) Vale da Paraíba e Litoral Norte #Desemprego #Governo #Crise no Brasil