A Organização Mundial de Saúde (OMS) publicou um estudo nesta semana que mostra que mais de 40.000 pessoas morrem, por ano, em estradas vítimas de acidentes rodoviários. O estudo publicado pela OMS não incluiu a Guiné Equatorial e contabiliza uma população de 200 milhões de habitantes no Brasil. Os números impressionam e para cada 100 mil brasileiros, cerca de 23,4 morrem em acidentes. Destas mortes, 28% acontecem em veículos de 2 ou 3 rodas e 3% são ciclistas.

Em Portugal, que possui 10,6 milhões de habitantes, o número de mortos em estradas é bem menor. São pouco mais de 600 mortos por ano, equivalente a pouco menos e 8 vítimas por cada 100 mil habitantes.

Publicidade
Publicidade

Mais de 30% morrem em acidentes com carros de passeio, 20% são acidentes em veículos de 2 ou 3 rodas e 4% são ciclistas. De acordo com a OMS, o maior número de mortos em acidentes rodoviários ocorrem em países mais pobres. De acordo com o estudo, quanto menor o PIB (Produto Interno Bruto), maior o número de acidentes.

O país com maior número de mortes por acidentes no mundo é a Líbia. Apesar de possuir um pouco mais de 6 milhões de habitantes, aquele país do norte da África lidera o ranking de mortes e para cada 100.000 habitantes, mais de 70 morrem em acidentes rodoviários. Dentre os maiores países, em referência a economia, os EUA somam pouco mais de 10 mortes para cada 100 mil habitantes, a China quase 20 mortes e o Japão menos de 5 mortes.

Dentro da Europa o país com o menor número de mortes é a Suécia com 2,8 para cada 100.000 habitantes.

Publicidade

Em segundo lugar está o Reino Unido com 2,9 e a Holanda com pouco mais de 3. O importante estudo concluído pela Organização Mundial da Saúde diz que os acidentes rodoviários são a principal causa de mortes entre jovens até 30 anos de idade. Os acidentes matam mais do que o suicídio e a AIDS.

Durante a Assembleia Geral da ONU, ocorrida em setembro, os presidentes de diversos países se comprometeram em adotar estratégias para melhorar a segurança nas estradas e diminuir o número de mortos e feridos em todo o mundo. Em novembro o Brasil sediará uma conferência sobre segurança nas estradas e pretende implementar medidas que diminuam a 'chacina' que acontece nas estradas do país.

Outras Notícias

OTAN inicia o maior treinamento militar desde 2002. Clique e leia. #Automobilismo #Comportamento