Segue em todo o país a greve dos trabalhadores dos estabelecimentos bancários. Nesta segunda semana após o início da paralisação, diversos moradores voltaram às suas cidades para a rotina. Em Maricá, no estado do Rio de Janeiro, a volta do feriadão de Nossa Senhora Aparecida, comemorado na segunda-feira, foi caótica. Em consequência do fechamento parcial das agências, clientes de instituições públicas e privadas precisaram recorrer a caixas eletrônicos e agências lotéricas para realizar transações bancárias, principalmente o pagamento de contas.

No Centro da cidade, moradores do município, como Fátima Nogueira, tiveram que enfrentar filas quilométricas nas Casas Lotéricas.

Publicidade
Publicidade

Na Lotérica Aciram, em frente à praça Conselheiro Macedo Soares a esperava superava 1h para o atendimento.

“Apesar do transtorno, eu concordo com a #Greve dos bancários. Eles são trabalhadores, muitos concursados, se esforçaram e merecem ser respeitados. Eles estão buscando os direitos deles. Quando nós exigimos os nossos também não queremos ser ouvidos? Nada mais justo”, falou a moradora.

Funcionários estabelecem exigências para negociar a volta ao trabalho

Segundo informações da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), os bancários querem dos patrões um ajuste salarial de 16%, isto é, uma reposição da inflação mais 5,7% de aumento real), além de melhoria nas condições de #Trabalho. Depois de 40 dias de negociações entre os representantes dos trabalhos e a Febran, a categoria decidiu paralisar.

Publicidade

O reajuste oferecido pela Federação foi de 5,5% para salários e benefícios. A proposta inclui um abono de R$ 2,5 mil.

Há opções para que os clientes continuem a pagar suas contas e realizar tarefas operacionais

Para salvaguardar os clientes das agências afetadas com a greve, é possível recorrer a alternativas além das lotéricas.

Nas casas lotéricas conveniadas à Caixa é possível: pagar contas de boletos em até R$ 2 mil, sacar e depositar até R$ 1,5 mil se for cliente da Caixa; sacar R$ 800 se for cliente do Banco do Brasil; os pagamentos de boletos de outros bancos são recebidos no valor de até R$ 700 dentro do prazo de vencimento; pagar água, luz, telefone e IPTU.

Nos caixas eletrônicos são aceitos os mesmos pagamentos em código de barras e as operações de internet banking, aplicativos no celular, por telefone e estabelecimentos comerciais que fazem algumas operações bancárias seguem no ritmo normal de funcionamento. #Governo