A cidade de Pontes e Lacerda esta localizada a 450 km da capital do Mato Grosso, Cuiabá. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população no ano de 2010 era de mais de 41 mil habitantes. O garimpo de ouro foi muito presente nesta cidade entre as décadas de 80 e 90, o que aumentou a economia local e de toda a região.

A recente descoberta de ouro na serra, a aproximadamente 20 km da cidade, vem atraindo milhares de pessoas nos últimos dias, a cidade está sendo chamada de Serra Pelada do Mato Grosso. Essa região possui um histórico de produção de ouro, e até hoje funcionam minas como a Aura Minerals.

Publicidade
Publicidade

Estão sendo publicadas na internet imagens de pepitas de ouro encontradas na região, o que vem chamando a atenção de muitos garimpeiros e curiosos. A estimativa é de que mais de duas mil pessoas já foram atraídas para a região para se aventurar no garimpo em busca de encontrar a sua pepita.

De acordo com divulgações locais, a região onde foram localizadas as primeiras pepitas é particular e fica na Serra do Monte Cristo. Várias imagens foram divulgadas nas redes sociais mostrando os acampamentos improvisados para a realização de escavações ilegais.

O Governo do Estado do Mato Grosso está em busca de providências para efetuar a reintegração de posse da região, que está protegida por questões ambientais, pois estes garimpeiros estão em atividades ilegais. O exército brasileiro foi notificado do acontecimento e já prepara uma operação para lidar com as invasões dos garimpeiros.

Publicidade

O Governo do Estado do Mato Grosso, em nota, divulgou a confirmação da notícia do garimpo ilegal no município e garantiu que "por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), informa que está monitorando a situação de um garimpo na cidade. O Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) também está atento à situação, para preservar a ordem pública e prevenir qualquer conflito na região, localizada na divisa com a Bolívia. No entanto, até o momento não foi registrado nenhum crime transfronteiriço que exija a atuação do Gefron no local". #Natureza #Sustentabilidade #Blasting News Brasil