Nesta terça-feira, 19, a TV Bandeirantes estreou a primeira temporada do 'MasterChef Júnior'. A versão infantil do programa, que até então só tinha edições com adultos, deu o que falar. Isso porque nas redes sociais os internautas passaram do ponto e fizeram comentários criminosos e preconceituosos. O mais evidente deles foi com uma menina de doze anos. Os pais da garota investigam quem seria o pedófilo que criou uma página onde a menina é exposta de maneira absurda. Frases que estimulam a relação íntimas com menores ganharam destaque na fanpage. O Facebook e o promotoria de justiça apuram o caso. A mãe da menina, já disse que terá uma reunião com o setor jurídico da Band para tentar dar uma solução ao caso.

Publicidade
Publicidade

"Vamos pôr esse cara na cadeia", disse ela.

Mas a menina não foi a única criança vítima de um crime. Outro menino, de apenas onze anos, também foi exposto de uma maneira criminosa nas redes sociais. Muitos telespectadores fizeram comentários contra a criança, que provavelmente ainda sequer se preocupou com a própria sexualidade. Basta pesquisar em sites como o Twitter e no Facebook para ver o nível de absurdo das postagens. O garotinho é chamado na maioria delas de "criança viada". Em outras publicações, a coisa piora de situação e pessoas até fazem ameaças contra o garoto. Devido ao nível extremamente pejorativo das frases, escolhemos não publicar os comentários. Nem vale a pena. 

Tanto pedofilia como a homofobia são crimes no Brasil. A lei 8.069/1990, que criou o estatuto das crianças e adolescentes, garante a eles um tratamento especial.

Publicidade

Boa parte dos crimes são qualificados de forma mais grave quando cometidos contra os menores de idade. A Band enviou uma nota à imprensa dizendo que o programa não estimula qualquer crime e que lamenta o episódio. Segundo a jornalista Keila Jimenez, muitos pais já ameaçam chamar a polícia para resolver o caso. O Facebook nos Estados Unidos também está dando apoio às famílias, excluindo as publicações da internet. Mesma posição da Promotoria de Justiça de São Paulo.  #Entretenimento #Famosos #Televisão