Tem coisas que acontecem que a gente até tem dificuldades de acreditar, mas por incrível que pareça são verdades. Um caso que aconteceu nesta terça-feira, 13, e começou a ganhar destaque na imprensa de todo o país apenas nesse fim de semana, surpreendeu os fãs apaixonados pelo cantor sertanejo Luan Santana. Isso porque um chefe de cozinha acabou indo parar na delegacia por causa do profissional da música.

O homem que provocou toda essa polêmica não teve o seu nome identificado. No entanto, ele foi detido após ter um ataque de fúria com o próprio filho, um dos fãs assíduos da música sertaneja. A fúria foi ouvida pelos vizinhos da região de Serra, localizada no estado do Espírito Santo.

Publicidade
Publicidade

O cozinheiro ficou insatisfeito porque não apóia a escolha de seu herdeiro. Para ele, seu filho, uma criança de apenas nove anos, não pode ouvir Luan Santana, artista famoso por músicas como 'Meteoro' e que é um dos cantores mais requisitados do show business.

Bastou o homem chegar em casa do trabalho para a confusão começar. Ele entrou pela porta e ouviu o garotinho cantando as músicas de seu artista preferido. Segundo fontes entrevistadas pelo UOL, o homem estaria embriagado e por isso perdeu a paciência com o gosto musical do garoto. 

Após o expediente, ele decidiu quebrar tudo e dar um prejuízo para ele mesmo, afinal, o homem ajudou a construir a própria casa. A situação para lá de inusitada foi confirmada em um comunicado da assessoria de imprensa da polícia civil capixaba. 

Além de proibir que a criança ouça as músicas de Luan Santana, o pai revoltado deu um ultimato e disparou para o filho: "toca Raul", fazendo a criança conhecer um pouco do trabalho de Raul Seixas.

Publicidade

A criança, apesar de pequena, não deu razão para o pai e achou que tudo não passava de uma brincadeira. Segundo a mãe do menino, ele começou a rir, o que fez o cozinheiro ficar ainda mais revoltado. 

A desobediência provocou um quebra quebra. Poucos móveis sobraram na casa e o trabalhador das cozinhas ainda xingou a esposa. O próprio garotinho, com medo, fugiu de casa e chamou a polícia. Não houve registro de ocorrência.  #Crime