A primeira edição do 'MasterChef Júnior', exibida pela TV Bandeirantes já virou caso de polícia. Entidades jurídicas, os pais das crianças e até a própria emissora já se pronunciaram depois que os participantes começaram a ser alvos de crimes cibernéticos. Uma das crianças mais afetadas foi Valentina, de apenas doze  anos. Um site com fotos da garota, que incitavam o prazer por relações íntimas com menores, chegou a ser colocada no ar. Em reportagem publicada aqui na Blasting News nesta quarta-feira, 21, o  pai da menina, Alexandre, falou sobre o episódio. "Não esperava que existisse tantas pessoas doentes assim", desabafou.

De acordo com a jornalista Keila Jimenez, em reportagem publicada nesta quinta-feira, 22, o Juizado de Menores e a Promotoria Pública estão analisando o programa.

Publicidade
Publicidade

O objetivo é entender se de alguma forma a atração expõe as crianças de uma maneira que incite a pedofilia. Depois de ficar sabendo da investigação e com o perigo de a atração até, por ventura, sair do ar, a TV Bandeirantes decidiu enviar um comunicado à imprensa. A rede de TV diz que repudia os comentários e chamou as atitudes de desagradáveis. Ela lamentou o episódio e os chamou de extremo mau gosto. Ainda segundo a nota, o programa tem o foco no talento das crianças e não provocaria qualquer estímulo à pedofilia. O canal, no entanto, não disse se iria investigar os comentários criminosos ou ajudar em uma investigação da polícia. 

Comentários preconceituosos e também que envolviam sexualmente as crianças também ganharam as redes sociais. De acordo com fontes ligadas aos pais das crianças, muitos deles estariam até pensando em tentar proibir a exibição da atração, mas isso é proibido por contrato.

Publicidade

Por isso, alguns estariam até fazendo boletins de ocorrência e tentando investigar os autores das mensagens pedófilas. Conversamos com um dos pais, que preferiu não se identificar por questões contratuais. Ele disse que a filha dele recebeu mensagens absurdas através do seu Facebook. "Ficaram pedindo fotos sem roupa. Por isso, ela não tá podendo mexer mais em nada. Somos nós agora que estamos postando para ela", explicou. #Crime