Infelizmente, as rodovias brasileiras são campeãs de acidentes e também de mortes. Mais uma fatalidade acabou acontecendo na manhã deste domingo, 22. Dessa vez, no quilômetro 132 da BR-010. A região é próxima à cidade de Estreito no estado do Maranhão. Por lá, uma carreta com o logotipo da dupla sertaneja 'Jorge e Mateus' colidiu com um motociclista, que acabou falecendo no próprio local.

De acordo com o 'TV Foco', as informações foram confirmadas pela PRF, a Polícia Rodoviária Federal. O nome do piloto que morreu não foi identificado. Até o fechamento desta reportagem, por volta das 22h30, a assessoria de comunicação dos músicos não havia se pronunciado nas redes sociais sobre a tragédia. 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a carreta de 'Jorge e Mateus' e a motocicleta estavam em mãos opostas na rodovia.

Publicidade
Publicidade

O piloto da moto não tinha habilitação para pilotá-la. Em dado momento, ainda segundo o que foi registrado pelos agentes de segurança, o homem entrou na contramão e bateu de frente com a carreta. Não se sabe ainda se foi um erro humano ou uma falha do veículo. O caso deve ser investigado, mas por enquanto foi registrado como "homicídio culposo por acidente de trânsito", quando não há a intenção de matar. Esse tipo de infração faz parte do artigo 302 do Código de Trânsito brasileiro, estabelecido em 1997 pela lei 9.503. 

Quem dirigia a carreta era Marcos Fabiano de Souza Silva. Ele deu a mesma versão do acidente registrada pela polícia rodoviária federal, mas foi autuado pelo #Crime descrito anteriormente. Não foram repassadas informações sobre quando e onde seria feito o enterro da vítima, nem mesmo se a dupla sertaneja arcaria com alguma despesa.

Publicidade

De acordo com dados do governo brasileiro, um em cada três caminhoneiros já usou drogas ilícitas para pilotar. Por conta disso, para que uma empresa contrate um caminhoneiro, ele precisa passar por um teste toxológico. O problema é que depois dos testes e na intenção de ganharem mais dinheiro, tentando entregas os produtos o mais rápido possível, esses motoristas acabam usando as drogas após o teste.  #Investigação Criminal