Um cenário devastador, este é o resultado do rompimento das duas barragens da mineradora Samarco, em Mariana-MG. Os danos ambientais são incalculáveis. A população de Mariana MG-está comovida com a situação dos desabrigados e mobilizada providenciando doações para as vítimas desta catástrofe.

A busca pelas vítimas foram retomadas nesta manhã de sexta-feira (6)

De acordo com as informações do portal de notícias do Jornal O Tempo, neste momento, há uma equipe com 150 bombeiros e 20 viaturas nas localidades em busca de possíveis vítimas atingidas pela avalanche de lama. As buscas estão mais concentradas no distrito de Bento Rodrigues, onde moravam aproximadamente 600 pessoas.

Publicidade
Publicidade

Moradores que fugiram a tempo afirmam que nem todos conseguiram sair a tempo de suas residências. Policiais civis e voluntários também auxiliam nas buscas.

A Samarco confirmou que 16 funcionários da empresa que estavam no local do rompimento da barragem do Fundão estão desaparecidos. Até este momento está confirmada uma morte.

Centenas de pessoas passaram a noite ilhadas aguardando socorro

Centenas de pessoas que deixaram suas casas passaram a noite nas partes mais altas da região aguardando o socorro. Algumas pessoas relatam que ouviam gritos com pedidos de socorro de pessoas que estavam presas na lama. Cerca de 500 pessoas foram retiradas da região.

Os moradores não foram avisados sobre o rompimento da barragem

Os moradores do distrito de Bento Rodrigues, atingidos pela avalanche de lama afirmam que não receberam nenhum tipo de aviso da mineradora Samarco, sobre o rompimento da barragem que aconteceu por volta das 16:00 horas. 

Ainda não se sabe o número exato de vítimas

As informações sobre o número de vítimas ainda estão desencontradas e até este momento não tem o número exato de vítimas fatais.

Publicidade

Moradores de Bento Rodrigues continuam afirmando que existem pessoas soterradas que não conseguiram sair da região mais atingida em cheio pela lama.

Outras cidades já foram atingidas pelo mar de lama

As últimas informações dão conta que a lama já inundou outras cidades da região. A cidade de Barra Longa, que fica a 60 km de distância de Mariana, foi inundada pela lama, dezenas de casas, ruas e bairros foram atingidos. As pessoas que viviam nesta região foram avisadas com antecedência e estão ilhadas na parte mais alta da cidade. A lama atingiu o rio Carmo, que corta a região, ele é um dos afluentes do Rio do Doce. #Natureza