Um dos assuntos considerados tabus na sociedade é o suicídio. Especialistas se dividem sobre quando divulgar ou não um ato desse porte. No entanto, desde a virada do século, a corrente pelos que apoiam a propagação da doença como o que ela é, um problema de saúde, só vem aumentando. Apesar disso, pouca gente está preparada para lidar com pessoas com perspectivas suicidas.

Quem não esperava por um ato desse tipo eram os funcionários da TVE Bahia, emissora pública da região, que é mantida com o dinheiro de verbas vindas do governo estadual. De acordo com informações do site Bocão News, uma estagiária da TVE tentou o suicídio na última segunda-feira, 23.

Publicidade
Publicidade

A tentativa de se matar aconteceu em um momento crítico para a comunicação, mas o site não afirma e nem nega se seria esse o motivo para a estagiária tomar tal atitude. 

Incidente é cercado de mistérios e pouca gente fala sobre o assunto

O incidente aconteceu dentro do banheiro da TVE. No local, ela cortou os próprios pulsos. A emissora está localizada no bairro da Federação, na capital do estado, Salvador. Uma pessoa entrou em um dos banheiros femininos do local, notou que a estagiária de jornalismo estava jogada no chão e que o sangue corria pelo chão. A partir daí, foi acionada a emergência, que chegou rápido à TV, prestando os primeiros socorros ali mesmo.

Estado de saúde não foi divulgado

Depois disso, a estudante de comunicação foi levada para o Hospital Geral do Estado. A entidade não divulgou o estado de saúde da menina, que também não teve a idade e outras informações divulgadas. A polícia também foi ao local, mas não soube informar os motivos para que a estagiária tomasse tais atitudes.

Publicidade

A família da garota e a TVE Bahia também não se pronunciaram sobre o episódio.

Prestação de serviço

Se você tem pensamentos suicidas ou conhece alguém que tem, ligue para o centro de valorização da vida, o CVV. Basta discar o número 141 de qualquer parte do país. Você pode conferir os horários de atendimento pelo site da instituição www.cvv.org.br/site/telefone.html #Crime #sistema de saúde