A polícia investiga a denuncia de estupro no alojamento da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ na Cidade Universitária, localizada na zona norte do Rio na Ilha do Fundão. De acordo com o Jornal Extra, o crime aconteceu na madrugada dessa sexta-feira(27).

Entenda como os fatos aconteceram

A ocorrência foi registrada na 37º DP da Ilha do Governador, o delegado José Otilio Bezerra, responsável pelo caso, disse que a vítima chegou na delegacia na madrugada desta sexta-feria (27) para registrar a denúncia. José Otilio afirmou que todos os envolvidos serão convocados para prestar depoimentos.

A vítima relatou que "ficou" somente uma vez com o acusado que é aluno da UFRJ, Rodrigo dos Santos Freire, 28 anos.

Publicidade
Publicidade

De acordo com ela depois de conversarem por um tempo, Rodrigo a imobilizou e a obrigou a manter relações, sem seu consentimento, no alojamento da Universidade. A vítima não é estudante da UFRJ e estava em uma festa da faculdade, pois foi convidada por uma amiga que estuda na instituição.

Reação dos estudantes

Tão logo a notícia do estupro se espalhou, estudantes organizaram uma manifestação. Os alunos invadiram o alojamento onde Rodrigo dormia, retiraram a cama dele do local e colocaram fogo no móvel e no colchão. Na internet testemunhas disseram que os pertences do aluno também foram queimados. Ao lado do fogo, foi colocado uma cartaz com a seguinte frase: " Aqui jaz o leito de um estuprador". Os estudantes pediram justiça.

Pronunciamento da UFRJ

A assessoria de imprensa da Universidade Federal do Rio de Janeiro, informou em nota que está acompanhando de perto as investigações e irá abrir uma sindicância interna para apurar o caso

Passagem pela polícia

O acusado de estupro, Rodrigo dos Santos Freire já tem passagens pela polícia.

Publicidade

Ele possui histórico de agressões físicas e também é acusado de causar um acidente de trânsito em 2013, no qual sete pessoas morreram. O acidente foi amplamente divulgado pela mídia, o ônibus da linha 328 (Castelo - Bananal) despencou do viaduto Brigadeiro Tromposwski, na avenida Brasil. Rodrigo teria se irritado e chutado o motorista que perdeu o controle, causando o grave acidente. #Violência #Investigação Criminal #Casos de polícia