Hoje (11), Fani Pacheco, que já participou de duas edições do reality show Big Brother Brasil, visitou a Delegacia de Repressão a Crimes de Informática no Rio de Janeiro. Ela foi denunciar #Crime digital após ter sua imagem associada de maneira errada com vídeo pornográfico divulgado nas redes sociais. Ela foi à delegacia ao lado do Dr. Mário Fonseca, seu advogado.

No vídeo mencionado por ela, há a imagem de duas mulheres, uma sendo apontada como Fani, em cenas eróticas, trocando carinhos e beijos e simulando práticas sexuais. Ela afirmou que já desmentiu publicamente que seja ela no vídeo, mas mesmo assim continua recebendo comentários negativos na internet e nas redes sociais.

Publicidade
Publicidade

Ela afirma que perdeu trabalhos por causa da polêmica. 

O site Ego entrou em contato com Debora Dantas, a outra stripper do vídeo, e ela negou que sua companheira de cena fosse Fani. De acordo com ela, a outra mulher do vídeo é uma amiga, casa e com filho, cujo o marido não sabe que ela trabalha numa boate. A verdadeira pessoa do vídeo também é funcionária de um hotel, e esse é o único trabalho conhecido por seu marido.

De acordo com Fani, tudo será verificado a partir de hoje e as pessoas que fizerem comentários maldosos serão notificadas, e terão que pagar multa.

O que diz a lei

Há alguns anos a internet brasileira deixou de ser "terra sem lei". Com as leis 12.735 e 12.737 de 2012 há aplicação penal sobre crimes digitais. Entretanto, as penas ainda são baixas, sendo comparadas a crimes de pequeno potencial ofensivo, embora crimes digitais possam ser mais graves do que "pequenos danos", como um furto comum.

Publicidade

No caso de calúnia, difamação ou injúria, como foi o caso de Fani, tudo deve ser encaminhado às autoridades, assim como seria em crimes fora da internet. Para isso, todas as provas possíveis devem ser guardadas, como Print Screen de mensagem de email ou nas redes sociais. Elas devem ser guardadas, preferencialmente, em mídias protegidas contra alterações, como DVD ou CD. Toda e qualquer prova ajuda a polícia no desenvolvimento do caso. #BBB Big Brother Brasil