O #Governo federal e do estado de Minas Gerais e do Espírito Santo se uniram e nesta segunda-feira (30) entrarão com uma ação civil pública pedindo uma indenização no valor de R$ 20 bilhões pelo desastre causado pela Samarco. Esta indenização seria por todo o prejuízo causado pela mineradora juntamente com a Vale e a BHP Billiton.

Luiz Inácio Adams, que é o advogado geral da União, informou que este valor seria aplicado em um fundo destinado à recuperação de todo o vale do Rio Doce e também ajudaria as famílias que foram atingidas.

Estes R$ 20 bilhões não entrariam no orçamento da União e seriam administrados exclusivamente pela Justiça, para que todo o dinheiro chegue até aqueles que de fato foram prejudicados pelo rompimento da barragem.

Publicidade
Publicidade

As empresas responsáveis pela barragem ainda terão que apresentar um projeto em que elas mesmas serão as responsáveis por todo o planejamento e a execução das obras de recuperação.

A União e os estados de Minas e Espírito Santo querem que as três empresas responsáveis apresentem um plano com quatro opções de ação e que sejam colocadas em prática ao longo dos próximos 10 anos para cobrir os danos causados, impedir que o estrago seja ainda maior, que revitalize a bacia do Rio Doce, que foi praticamente destruído, e que indenize todas as famílias vítimas do rompimento da barragem.

Diversos órgãos ambientais farão o monitoramento destes projetos para a recuperação do Rio Doce e toda região afetada. Muito do que se foi destruído não poderá ser recuperado, mas é preciso trabalhar para recuperar tudo que for possível e trabalhar para que esta tragédia nunca mais volte a acontecer.

Publicidade

A barragem da mineradora Samarco conta com a participação da BHP Billiton e a Vale, e seu rompimento matou várias pessoas e desabrigou centenas de famílias, além de trazer muita destruição material e para o meio ambiente. A lama com rejeitos da mineração poluiu rios, destruiu cidades e já chegou ao mar.

Apesar de R$ 20 bilhões ser considerado um valor alto, este montante poderá aumentar ainda mais. Tudo vai depender dos levantamentos que forem feitos daqui para frente. Será preciso detalhar as famílias e profissionais que foram prejudicados, as indenizações e o valor gasto para limpar toda a sujeira e ajudar a #Natureza a se recuperar. #Crime