Leniza Krauss, uma das principais repórteres da Rede Record, que trabalha no "Cidade Alerta", sofreu um AVC - Acidente Vascular Cerebral enquanto estava trabalhando. Ela gravava uma matéria exclusiva para o programa quando precisou ser socorrida e foi o cinegrafista, conhecido como "Gringo" que prestou toda a ajuda que ela precisava. O ocorrido foi na última quarta-feira (11).

A repórter estava fazendo o seu trabalho quando de repente passou mal. O cinegrafista imediatamente a pegou no colo, levou-a para o carro da equipe e sem perder tempo procurou pelo hospital mais próximo.

Assim que eles chegaram, a equipe médica já atendeu a moça, depois o cinegrafista foi informado de que ele tinha acabado de salvar a vida de sua colega de trabalho.

Publicidade
Publicidade

Passado o susto, tudo agora está bem e Leniza Krauss precisou ficar 2 dias internada na UTI, no hospital São Camilo do Ipiranga, em São Paulo, mas agora ela já está bem e fora de perigo.

A jornalista tem 37 anos e os familiares levaram um grande susto com a notícia de que ela havia sofrido um AVC. Hoje eles são gratos ao cinegrafista herói, que não perdeu tempo e salvou a vida de sua colega.

No momento em que Gringo pegou a jornalista no colo e levou-a para o carro ele nem imaginava do que se tratava e pensou que ela poderia simplesmente ter desmaiado. Mas o cinegrafista não perdeu tempo em ficar imaginando o que poderia ser e foi isto que salvou a vida de sua colega.

Quando chegou ao hospital e ela foi socorrida, aí sim é que foi constatado o AVC e então ele foi informado da gravidade do problema e que ela só foi salva por causa da rapidez dele em prestar o socorro.

Publicidade

Leniza Krauss, já tinha sido encaminhada para seu quarto quando começou a postar mensagens nas redes sociais agradecendo ao "Gringo" por ser salvo sua vida, por ter sido ágil ao socorrê-la, mostrando-se um verdadeiro herói e um grande amigo.

A repórter do "Cidade Alerta" é uma profissional competente e que leva a sério o seu trabalho. Já cobriu grandes casos, inclusive o de Gil Rugai. Há alguns anos atrás ela precisou sair de São Paulo porque estava sofrendo ameaças, após investigar um #Crime.

Criminosos tentaram invadir a casa da jornalista por três vezes, mesmo assim ela continua levando adiante o seu trabalho que é bastante estressante e esta vida tão corrida e de pressão pode ter ajudado no surgimento do AVC.

Será que agora ela muda o seu estilo de vida, para cuidar melhor de sua saúde? #Casos de polícia