Depois de ser anunciado o bloqueio temporário por 48 horas do #WhatsApp, o aplicativo Telegram, que tem funções semelhantes, conseguiu no impressionante tempo de 3 horas mais 500 mil novos usuários no país.

O bloqueio foi iniciado à meia noite de quinta-feira. Isso acontece após o anúncio feito pela Justiça de que as operadoras de telefones celulares precisarão bloquear o aplicativo de mensagens. A determinação judicial terá de ser cumprida pelas principais operadoras de telefonia móvel do país, entre elas Tim, Vivo, Claro e Oi.

A decisão foi tomada a partir da primeira vara criminal de São Bernardo do Campo. Segundo o órgão, o aplicativo de mensagens não acolheu a determinação judicial feita em 23 de julho de 2015.

Publicidade
Publicidade

Após ter sido notificado mais uma vez, o WhatsApp continuou sem responder e uma multa foi fixada por causa do não cumprimento da determinação. Toda essa situação decorre em caráter de segredo, não se sabe exatamente quais regras o aplicativa teria quebrado ou descumprido.

De acordo com o TJ-SP, o aplicativo de mensagens continuou sem responder, o que fez com que o Ministério Público requeresse o bloqueio dos serviços pelo tempo de 48 horas; isso baseado nas leis do Marco Civil da #Internet, que são relativamente novas.

O presidente do órgão SinditeleBrasil afirmou que as operadoras precisam acolher o mando do Ministério Público, mas que ao fazê-lo elas não estão visando seus próprios interesses. De acordo com o presidente, é do interesse das operadoras seguir as regras impostas mas que elas desejam que estas sejam mais leves para o setor de telefonia no país.

Publicidade

Já aconteceu antes

Não foi a primeira vez que se tentou bloquear o WhatsApp no território brasileiro. A primeira tentativa ocorreu depois que um juiz de Teresina, no Piauí, pediu que as operadoras o fizessem porque o aplicativo de mensagens não contribuiu para investigações policiais que ocorreram no estado. O juiz pediu que esses dados fossem fornecidos para uma investigação que vinha se desenrolando desde o ano de 2013.