O Brasil caiu uma posição no ranking de desenvolvimento humano do mundo. Em 2013, o Brasil ocupava a 74º posição. Agora, na lista que fala sobre 2014, ocupa a 75º, em ranking com 188 países. A posição perdida aconteceu porque o país foi ultrapassado pelo Sri Lanka. Apesar do Brasil ter aumentando o seu Índice de Desenvolvimento Humano, o Sri Lanka teve grande crescendo durante o último ano.

O IDH é medido tomando como base a renda da população, educação e expectativa de vida. De acordo com especialistas, a diferença de colocação do Brasil aconteceu por causa da diferença do ritmo de crescimento entre os países. Os demais países cresceram com mais rapidez do que o nosso. 

Além de ficar atrás do Sri Lanka, o Brasil ficou ainda atrás de diversos países da América do Sul.

Publicidade
Publicidade

A Argentina é o país melhor colocado em nosso continente, na posição 40, seguido do Chile, na 42ª posição. Em seguida, vem o Uruguai, Cuba e Venezuela, nas 52ª, 67ª e 71ª posições, respectivamente. Em último lugar da lista de 188 países vem o Niger. Em primeiro lugar, a Noruega. A Austrália e Suíça são o segundo e terceiro lugar, respectivamente. 

No Brasil, a expectativa de vida cresceu. Em 2013 ela era de 74.2 anos. Em 2014, subiu para 74.5 anos. Já a média dos anos de estudo subiu de 7,4 para 7,7 no último ano. Entretanto, o outro fator que mede o IDH, a renda, diminuiu. A Renda Nacional Bruta (RNB) per capita no Brasil foi de 15.288 em 2014. Em 2013, foi de 15.175. Desde o ano de 1990 não havia acontecido retração nesse índice. A retração foi pequena, mas afetou o IDH brasileiro.

Entre 1990 e 2014, o Brasil apresenta um caminho de crescimento do IDH.

Publicidade

Durante esse período, o aumento foi de 24,2%, que é o maior da América do Sul. Entre 2009 e 2014, o Brasil avançou três posições no ranking. De acordo com coordenadora do Pnud, as políticas públicas do país têm relação direta com os avanços brasileiros. 

O fato do Brasil ter ficado atrás do Sri Lanka tomou conta das redes sociais, com diversos usuários do Twitter revoltados com a nova colocação do Brasil, levanto o nome do país estrangeiros aos assuntos mais comentados da manhã. #Crise #Crise econômica #Crise no Brasil