No início desta semana, a madrugada foi tomada pela história de Fabíola. A traição da mulher foi o assunto mais comentado entre brasileiros nas redes sociais. Se ficou de fora da internet e não sabe do que isso se trata, aqui vai um breve resumo: O marido de Fabíola estava desconfiado que ela estava o traindo. Para se certificar, a seguiu após ela dizer que ia sair para fazer as unhas.

Seguindo a mulher, que mora com ele em Belo Horizonte, Minas Gerais, foi parar em um hotel de Contagem, próximo da capital. E não parou por aí. Para completar, ela estava chegando ao motel ao lado do melhor amigo do marido, o Léo. O caso fez ainda mais sucesso e foi mais comentado pro existir um vídeo com todo o momento registrado.

Publicidade
Publicidade

A gravação mostra o marido bastante alterado, quebrando o carro do Léo, que diz que tinha ido ao motel apenas conversar. Não demorou até o caso ganhar diversos memes, páginas de paródia no Facebook e ser comentado por milhares de pessoas de todo o Brasil.

E não foi diferente no banco Santander, em sua sede nacional, localizada na Avenida Juscelino Kubitschek, Itaim Bibi, em São Paulo. O motivo? Fabíola trabalha no Santander, em agência de bairro nobre de Belo Horizonte. Após o vídeo ser divulgado na internet, ela ficou reclusa em sua casa. Seus amigos começaram a receber trotes por telefone. E o viral acabou mudando a rotina de todos os trabalhadores do banco.

Antônio Carlos de Almeida Castro, advogado criminalista que ficou famoso ao representar Carolina Dieckmann na época em que suas fotos íntimas vazaram, diz que Fabíola é uma vítima dessa história.

Publicidade

Apesar de muitas piadas e algumas mensagens de apoio, não é difícil encontrar mensagens de ódio para ela. O advogado lembra que ela foi exposta ao ridículo e tem o direito de processar seu ex-marido e o amigo dele que filmou toda a confusão.

Fabíola, seu marido e o amante foram procurados por diversos jornais, como a Veja São Paulo, mas não foram encontrados para comentar o caso. Já a assessoria do banco garante que prestará todo o apoio necessário para sua funcionária. #Casos de polícia