Em vídeo, Fabíola chora e diz que reconhece o erro cometido, também pede perdão ao marido Carlos Eduardo. Ela se mostra bastante arrependida do que fez, mas ainda continua com a crença de que tudo pode voltar ao normal, com o seu marido a perdoando. Caso o ‘Edu’ não a perdoe, a bancária afirma chorando no vídeo que não vai ter forças para continuar morando na própria cidade que ele mora.

De acordo com o que ela diz no vídeo, a decisão de trair o marido foi algo de momento onde a mesma estava se sentindo magoada por alguma coisa que o marido a fez, que a deixou descontente, mas que a atitude de trair não justificaria nenhum erro.

Publicidade
Publicidade

 “Eu quero mostrar que, eu reconheço o meu erro, mas eu vim aqui pedir perdão a você, perdão por favor, eu amo você.” Disse a bancária, bastante emocionada em vídeo.

“Se for da vontade de Deus você vai me perdoar, porque você é o homem da minha vida, tudo pode ser diferente, nossa vida vai ficar 100% melhor, me perdoa vai, deixa o orgulho de lado, tem um monte de festa aqui, mas eu não quero ir, eu não quero essa liberdade, eu quero estar ao seu lado, estou com muita saudade de você, de sentir o seu cheiro, de estarmos juntos como uma #Família feliz novamente...” Continuou Fabíola.

A bancária pediu demissão do lugar onde trabalhava, o banco Santander. O próprio banco, em nota, disse que não iria julgar ninguém por causa de assuntos pessoais de cada um, e ela poderia continuar sim trabalhando como uma funcionária exemplar.

Publicidade

Mas, a decisão de não trabalhar mais no banco foi algo particular. Segundo a advogada de Fabíola, não só ao trabalho ela não quer ir mais, porém também em muitos outros locais na cidade. Ela não quer mais sair de casa e vai ser assim bom um por tempo. “Foi um dano irreparável na vida da minha cliente.” Disse a advogada.

Mesmo arrependida e com o ex-amante, o Léo, dizendo que não vai por o seu ex-melhor amigo e concunhado na justiça por ter quebrado todo o seu carro, (uma saveiro), Carlos Eduardo ainda corre o risco de responder na justiça por violência contra a mulher e também por ter divulgado o vídeo da confusão em frente ao motel nas redes sociais. Isso ainda pode render a ele uma multa de mais de R$ 100.000,00 mil reais além de alguns anos na cadeia. #Curiosidades #Internet