Carlos Eduardo, o marido de Fabíola Barros, mais conhecida como 'Fabíola da Unha', pode ter que pagar bem mais caro do que o sentimento de traição. Após gravar e expôr a suposta traição de sua esposa da internet, ele pode ter ainda um prejuízo financeiro sem tamanho. De acordo com informações da organização Geledés, que luta pelo direito das mulheres, Carlos pode ter que pagar uma indenização à sua ex-mulher e também ao amante, que teve o carro destruído no ataque de fúria. A Geledés garante que o esposo traído pode pagar por pelo menos quatro crimes, violação do patrimônio privado, ao patrimônio, intimidade, além do #Crime de injúria. 

Acometido de um estado de fúria por não suportar ver a traição, Carlos Eduardo passou do ponto e dividiu os internautas.

Publicidade
Publicidade

Muitos disseram que teriam a mesma atitude. Outros acham que ele deveria ser realmente punido. Em conversa com a ONG Gelédes, o advogado criminalista Eduardo Coelho Monteiro Filho, falou sobre o caso. Para ele, um adultério pode ser desconfortante, mas pela nossa legislação, trair não é crime. Fora de si, Carlos chegou a pedir a funcionária do motel que ligasse para a polícia, quando na verdade, apenas ele estava de fato cometendo um crime. 

O advogado consultado disse que Carlos desse ser acionado pelos crimes já descritos anteriormente nessa reportagem. Quem também deve ser processado é o homem que faz as imagens que foram parar no Youtube. O nome dele não foi identificado até o momento. O cinegrafista amador deve responder pelas agressões físicas e verbais que fez contra Fabíola.

O advogado explica que filmar a traição não é um crime em si, isso pode ser usado, por exemplo, para a outra parte não receber uma parte do patrimônio.

Publicidade

No entanto, expô-las é um crime tipificado no artigo 140 do código penal. Pela exposição na internet, o crime é acrescido de pena de um terço.  Com isso, os responsáveis pela publicação podem ficar presos por quatro anos e também pagarem multa de R$ 37 mil.

Carlos também precisaria pagar pelo estrago que fez no celular da esposa e por destruir o carro do amante. O valor para isso chegaria a R$ 6 mil, segundo o advogado. Além disso, Fabíola poderia receber uma indenização de mais de R$ 100 mil por danos morais. Como os valores podem subir por conta da exposição do caso e também da mudança de endereço de Fabíola, a conta para Carlos ficaria cara, cerca de R$ 150 mil.  #Justiça