O Complexo Anhanguera, em São Paulo, acordou mais triste nesta segunda-feira, 21. Isso porque um dos funcionários do SBT foi assassinado na noite deste domingo, 20. A triste notícia foi confirmada pela própria emissora através do 'Jornal do SBT Manhã'. De acordo com a reportagem do noticioso, o nome do homem assassinado é Eduardo Henrique de Moraes. Ele era conhecido pelos colegas como DJ GPI. Ele passada a noite na casa de um familiar, sua tia, na cidade de Pirituba, na Zona Oeste de São Paulo. 

Além dele, outras pessoas da família de Eduardo estavam na residência. Todos foram surpreendidos por três criminosos que adentraram no local.

Publicidade
Publicidade

Os meliantes pegaram dois familiares como reféns, a tia e o primo do funcionário. Eles foram levados pelos bandidos para o andar de cima da casa. Enquanto isso, outras pessoas também eram mantidas reféns no primeiro lugar do imóvel. O funcionário do SBT foi agredido, levando muitas coronhadas. 

No andar superior, começou uma grande discussão. Com medo, os ladrões correram da residência, mas um deles teve tempo de dar dois tiros em Eduardo. Uma bala perfurou a barriga do homem e a outra atingiu o seu coração. A versão do #Crime foi contada por uma testemunha à reportagem do SBT. 

Eduardo foi levado por sua família para o pronto-socorro mais próximo do local, mas não aguentou os ferimentos. A mulher do funcionário do SBT, Carla Lopes Moraes, lamentou o episódio e pediu que ele não acabasse impune, solicitando que a morte de seu marido tivesse #Justiça e que o caso fosse investigado.

Publicidade

"Nada trará o meu marido de volta", continuou a lamentar Carla. 

O 'Jornal do SBT' não informou qual a posição de Eduardo na empresa de Silvio Santos, mas revelou que ele já trabalhou no 'Domingo Legal', de Celso Portiolli, e com Eliana. O funcionário também trabalharia para outro canal de televisão, mas a marca deste canal não foi revelado. O homem que morreu tinha 36 anos e deixou um filho, além da esposa. A investigação do caso está sendo feita por uma delegacia de São Paulo.