O LinkedIn é uma rede social direcionada para interações profissionais em âmbito global e é também um pólo centralizador de chances online no universo empresarial. É um fenômeno de sucesso dentro e fora do Brasil. Justamente por isto, é de suma importância a divulgação que ocorreu no início de dezembro por parte do LinkedIn, da listagem das 20 melhores empresas para se desenvolver atividade laboral sob a perspectiva dos internautas brasileiros.

O resultado final só foi obtido após estudo que fez a análise de um número superior a 30 bilhões de interações diversas dos internautas dessa rede social, em que os parâmetros de classificação, são, na realidade dois: engajamento e alcance.

Publicidade
Publicidade

No primeiro conceito se pesquisa o grau de interesse, isto é, a frequência de acessos e visitas, bem como a quantidade de pessoas que seguem as várias empresas nas suas páginas no LinkedIn. Já o segundo critério diz respeito ao nível de conhecimento do usuário da rede social com a organização em si, ou seja, trata-se do número de não-funcionários que acessam os perfis dos colaboradores das diferentes organizações e têm por objetivo conectar-se aos mesmos. 

Pode-se perceber na lista obtida nos últimos dias que, de um total das 20 empresas melhores no ranking, 9 delas jamais tinham surgido em outros levantamentos que precederam esse. São elas o Google, Lojas Renner, Apple, Procter & Gamble, Bunge, Pfizer, Danone, Leroy Merlin e Facebook. 

“A Unilever acredita que é algo estratégico para o negócio investir de modo constante nos talentos", disse em uma nota, Eduardo Reis, que é o vice-presidente de RH da Unilever Brasil, empresa que conquistou a primeira posição da listagem, o que funcionou como um reconhecimento bastante importante. 

Essa foi a terceira edição da pesquisa, fazendo parte de um estudo por ano em caráter global denominado de Most InDemand Employers.

Publicidade

Vale frisar que o LinkedIn possui número superior ao de 400 milhões de usuários cadastrados em todo o mundo, sendo que 23 milhões só no Brasil. 

Segue o ranking 2015 das empresas classificadas da 1.ª a 20.ª posição: Unilever, Google, TAM, Nestlé, Apple, Procter & Gamble, Natura, Bunge Brasil, Lojas Renner, Whirlpool Latin America, Danone, PepsiCo, Leroy Merlin Brasil, Dell, GE, Johnson & Johnson, Pfizer, Microsoft, AmBev e Facebook. #Trabalho #Internet #Comportamento