Já é intensa a circulação de veículos nas estradas brasileiras por conta do #Natal. Desde o fim da tarde de ontem, quarta-feira, 23, muitas pessoas já começaram a se deslocar para passar os festejos natalinos com familiares. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador (as três maiores cidades do país), são as capitais brasileiras que apresentam os maiores fluxos de saída de automóveis.

Ainda segundo informações da PRF, a estimativa é que o número de veículos nas estradas triplique no dia de hoje, 24, véspera de Natal, não apenas nas três cidades já referidas, mas por todo o Brasil, tendo como horário de pico, ou seja, de maior fluxo de automóveis nas rodovias, a faixa horária das 9 horas da manhã até às 8 da noite (20h), tendo como parâmetro o horário oficial de Brasília (lembrando que as regiões norte e nordeste do país não aderiram ao horário de verão).

Publicidade
Publicidade

Por fim, a Polícia Rodoviária Federal informou que as cidades do interior estão sendo as mais procuradas pelas pessoas, em quase todos os estados, com algumas poucas exceções, como no caso de São Paulo, onde as cidades litorâneas, como Santos e o Guarujá, estão sendo as mais visadas pelos paulistas, tanto para quem mora na capital, como também para quem vive no interior ou outras regiões.

CET implanta ‘Operação Estrada’ em São Paulo

Como tentativa de organizar a saída de veículos da capital paulista, a partir deste Natal (24/25 de dezembro), até os primeiros dias de 2016 (de 1 a 4 de janeiro), a CET (Companhia de Engenharia de Trafego), vai realizar a ‘Operação Estrada’. A Operação surge em meio à necessidade de controlar o fluxo de automóveis nas rodovias, que já apresenta um aumento significativo, sobretudo, desde a tarde de ontem, e que, segundo a PRF, deve aumentar bastante nas próximas horas.

Publicidade

A estimativa dos policiais de trânsito é que o aumento de veículos nas estradas paulistas durante a véspera de Natal (hoje, 24), chegue a marca de, aproximadamente, 2 milhões (principalmente de carros e motocicletas). A expectativa é que o grande número de automóveis circulando nas rodovias volte a se repetir também na véspera de réveillon (dia 31 de dezembro), e nos respectivos retornos para casa, dias 26 e 27 de dezembro (Natal), e 2/3 e 4 de janeiro (Virada de ano).

Motoristas encontram trânsito lento na saída de Salvador

Salvador, capital da Bahia e terceira maior e mais populosa cidade do Brasil, com mais de 3 milhões de habitantes, deve ficar “vazia” neste Natal. Isso porque, é intenso o fluxo de saída da cidade, desde o fim do dia de ontem, 23, até as primeiras horas da madrugada desta quinta-feira, 24. Boa parte da população que vive em Salvador é oriunda de municípios do interior baiano, o que pode explicar o grande movimento de saída da cidade durante esta véspera de Natal.

Publicidade

Segundo os primeiros dados apresentados pela Polícia Rodoviária Federal, cerca de 1 milhão e meio de veículos devem deixar a capital baiana até às 19 horas de hoje, em direção a BR 324, principal rodovia que liga Salvador ao interior da Bahia.

Para Paulo José Alcântara, 52 anos, engenheiro mecânico, natural de Maragogipe, na região do recôncavo baiano, mas que vive em Salvador há 33 anos, a lentidão do trânsito é estressante, mas, no fim, passar o Natal com familiares sempre vale a pena.

“Estou saindo de Salvador daqui a poucas horas e sei que vou me estressar mais uma vez com o congestionamento. Todo ano é isso. Moro em Salvador há mais de 30 anos e nunca deixei de passar Natal com a minha família na minha terra, Maragogipe. Por aí você entende o quanto já estou acostumado com essa situação. O que posso lhe dizer é que, no fim, sempre vale a pena. Poder passar essa época natalina com familiares, depois de um ano difícil como foi este, não tem coisa melhor no mundo”, afirma Paulo.