Eram 0h desta quinta-feira, 17, quando o principal aplicativo de troca de mensagens instantâneas do país, o WhatsApp, simplesmente parou. Quem tem 3G e 4G simplesmente não consegue mais trocar emoticons, mensagens de áudio e até os famosos "nudes' com os amigos. A medida ocorrerá por 48 horas e foi anunciada pela #Justiça de São Paulo nesta quarta-feira, 16. Como a Blasting News reportou, o assunto tomou conta das redes sociais, vencendo até mesmo o movimento de impeachment contra Dilma Rousseff e o pedido do afastamento do presidente da Câmara, Eduardo Cunha

Na internet, alguns brincando, outros não, os usuários do WhatsApp fizeram uma promessa, caso o serviço não seja normalizado, jovens pretendem ir às ruas por todo o Brasil.

Publicidade
Publicidade

Em tempos de manifestações, ninguém duvida que tudo seja possível. 

O usuário Lucas lembrou os protestos que eclodem em terras tupiniquins e pediu apelo pela sua pauta. Para ele, a interrupção do serviço é motivo sim de reclamações.

Com um tom mais revoltado, a internauta acima também se manifestou no microblog de 140 caracteres. Em caixa alta, ela bradou até um palavrão por não conseguir mais usar o aplicativo. 

Para especialistas, a interrupção do funcionamento do WhatsApp é contrário ao Marco Civil da Internet, que pede a neutralidade da justiça nesses casos.

Publicidade

Quem acaba ganhando com a "parada" são as operadoras de telefonia, já que basta ter internet para usar o "Zap Zap".

Os usuários afetados são os que usam o 3G e o 4G. Clientes da Nextel e de serviços Wifi conseguem utilizar o aplicativo. No entanto, muitos deles reclamam que o envio e recebimento de mensagens de áudio não está mais sendo feita. 

Enquanto o WhatsApp passa 48 horas de molho, outras empresas que dispõe de características parecidas com o 'Zap Zap' estão promovendo um marketing pesado, pedindo que os brasileiros façam aderência às suas marcas.

Pelo menos por enquanto, nenhuma delas parece estar tendo sucesso. Enquanto isso, os mais irônicos pedem para os colegam adicionarem os contatos no MSN e no ICQ.