Nesta quinta feira (17/12) por liminar do TJSP (Tribunal de #Justiça de São Paulo) o WhatsApp voltou a funcionar e as operadoras de telefonia móvel serão notificadas para desbloquear o acesso ao app.

Eduardo Levy (presidente do sindicato TeleBrasil) informou que as empresas irão restabelecer as atividades de envio e recepção de mensagens do aplicativo, quando forem informadas pela justiça.

De acordo com Levy as operadoras cumpriram a ordem recebida, que foi a de bloquear e desbloquear as mensagens e acataram o que foi determinado pela justiça brasileira.

As operadoras Tim e Vivo já permitiram o uso dos clientes e a Oi liberou o #WhatsApp.

Publicidade
Publicidade

O (desembargador Xavier de Souza da 11ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo) concedeu a liminar, liberando o funcionamento do WhatsApp. Ele informou que não seria correto que os usuários fossem prejudicados por causa da empresa, pois a mesma não informou o solicitado a justiça, Em decorrência o aplicativo foi bloqueado gerando transtorno as pessoas que o utilizam.

AFINAL PORQUE BLOQUEARAM O WHATSAPP?

O WhatsApp não prestou as informações solicitadas pela justiça no dia 23/07/15 e outra do dia 07/08/15 e havia uma multa estabelecida caso a ordem não fosse cumprida. Por esse motivo o Ministério Público interrompeu os serviços pelo prazo de 48 h, de acordo com a Lei do Marco Civil da #Internet.

Ocorreu uma investigação de roubo a bancos e caixas eletrônicos por ladrões e a justiça de São Bernardo do Campo (ABC) solicitou a suspensão dos serviços do WhatsApp, mas o mesmo não liberou as mensagens que os meliantes usaram no aplicativo.

Publicidade

As informações ajudariam a polícia na averiguação dos fatos.

A Juíza Sandra Marques (1ª vara criminal) havia concedido à verificação das conversas dos criminosos, mas o WhatsApp não havia passado as informações. Por esse motivo fixaram uma multa diária de R$100 mil reais e chegou a ficar em torno de R$6 milhões, de acordo o SPTV (telejornal local brasileiro da TV Globo São Paulo),

Diante do ocorrido o MP (Ministério Público) e a polícia solicitaram o bloqueio do WhatsApp e a justiça aceitou o pedido, bloqueando o aplicativo.

O MAIS ACESSADO

O aplicativo é o mais acessado pelos usuários, segundo pesquisa da Conecta (plataforma web do ibope inteligência), em 2º lugar está o Facebook. Neste ano de 2015 deverá ultrapassar mais de 900 milhões de usuários ativos no Brasil.