Na manhã desta terça-feira, 19, a Rede Globo exibiu dentro do 'Mais Você', excepcionalmente apresentado por Cissa Guimarães e André Marques, a nova cozinha do 'Big Brother Brasil'. Tudo muito comum e normal, a não ser por um detalhe, na pia do cômodo da casa mais vigiada do país havia uma esponja em um boneco. O brinquedo usado como utensílio doméstico tem roupas dos anos 80, o que segundo a Globo, faz parte do designer retrô do local. O problema é que a parte utilizada para limpar a louça é justamente o que seria o "cabelo" do boneco.

Muitos negros,  até alguns famosos, enfrentam preconceito por assumir as suas madeiras do jeito que realmente são.

Publicidade
Publicidade

No ano passado, por exemplo, a atriz Taís Araújo recebeu comentários racistas em uma rede social. Um dos seguidores disse que ela tinha cabelo BomBril, fazendo uma referência à marca de esponja de aço mais famosa do mercado brasileiro. O caso foi parar na polícia. O mesmo 'BomBril' agora é utilizado em um boneco negro, usado para "retirar a sujeira".

O fato gerou grande indignação nas redes sociais. Em um grupo no Facebook pela luta contra o racismo, internautas pedem um esclarecimento da Rede Globo. O tal boneco de limpeza ao estilo black power já havia provocado polêmicas em vários países, como a Inglaterra. Em entrevista ao tabloide 'The Sun', a presidente de uma ONG local pela luta da inclusão dos negros na sociedade desabafou: "não se pode brincar com um problema tão sério. O que parece divertido e legal para muitas pessoas, dói em outras, que sofrem na pele este tipo de preconceito". 

Opiniões parecidas tiveram alguns brasileiros defensores da mesma causa.

Publicidade

"Não dá para você continuar estimulando a escravidão em pleno ano de 2016. A Globo por ser uma concessão pública tem o dever de dar espaço para todas as classes sociais. Estimular este tipo de comportamento é um #Crime e precisa ser punido, com no mínimo um pedido de desculpas", disse uma ativista no Facebook. A emissora não se pronunciou sobre o episódio até o momento.  #Justiça