Por essa você não esperava! Aliás ninguém! E olha que havia pessoas que pensavam mal do Aedes, olha ele aí fazendo o bem. Juntou-se ao lado "bom" da força e aparece combatendo o vilão Darth Vader! Quem diria?

Pois foi essa a campanha contra o mosquito transmissor da #Dengue, do zika e da febre chikungunya que a prefeitura de Ribeirão Preto, município do interior de São Paulo, começou a veicular essa semana para incentivar o combate ao "ex-vilão" e defensor do lado "bom da força" aedes aegypthi. 

A prefeitura apresentou a campanha através de sua página na rede social, na qual fez a divulgação da imagem mosquito combatendo Darth Vader e convoca a população a enfrentar o aedes, a gafe ao menos fez sucesso e várias outras imagens com a reunião de vários vilões surgiram na rede convocando uma batalha contra o velho e "bom" aedes.

Publicidade
Publicidade

A campanha da prefeitura de Ribeirão Preto envolve ação, em batalha com o sabre de luz, surge como um verdadeiro Jedi o nosso real e perigoso inimigo. Várias pessoas começaram a comentar a foto divulgado pela prefeitura, veja os mais criativos:

"O posicionamento da prefeitura é sério e divertido, mas reluto em acreditar que o Aedes seja um Jedi."

Entretanto houve também quem apoiasse a campanha independente do lado em que estivesse o vilão aedes. Separamos um:

"Parabéns à equipe de mídias sociais. Continuem com a linguagem que se adapta à rede."

Ao perceber a gafe a prefeitura de Ribeirão Preto se posicionou, "Aqui em Ribeirão até o Darth Vader veio para o lado bom da força. Vamos combater juntos a dengue."

Beleza, mas não vai abrir mão do sabre vermelho? 

Brincadeiras à parte, a coisa é séria! O Aedes Aegypthi, mosquito transmissor da dengue, da febre chikungunya e do temido #Zika Vírus, aos quais estão sendo atribuídos os expressivos aumentos nos números de casos sobre a microcefalia, doença irreversível que atinge os bebês ainda durante a gestação e compromete seu desenvolvimento motor, precisa mesmo ser enfrentado.

Publicidade

No último boletim do Ministério da Saúde, houve aumento dos casos de Zika vírus em quase todos os estados em que foram contabilizados. #Viral