Todo começo de ano é a mesma coisa, ela aparece e sai causando estragos por onde passa, e neste começo de 2016 não foi diferente. A chuva vem castigando muitas cidades do país. Em Londrina, no Paraná ,choveu cerca de 300 milímetros, a média esperada para o mês inteiro. E os problemas não param por aí, os agricultores tiveram suas lavouras devastadas e estradas e pontes foram destruídas. 

Os agricultores buscam agora outras alternativas para escoar suas produções, com isto, os gastos com os transportes aumentaram. Muitas comunidades rurais se encontram isoladas por conta dos alagamentos, o governo do estado disse que irá liberar recursos para reparar os danos causados pela forte chuva que atingiu o estado.

Publicidade
Publicidade

Para se ter uma ideia, o solo já absorveu boa parte do excesso de água deixado pela chuva, porém, em alguns locais, a água está brotando no meio da lavoura. A situação nas comunidades rurais é tão critica que para chegar até algumas propriedades só é possível com veículos de tração nas quarto rodas.  O valor do prejuízo causado na área rural do estado do Paraná ainda não foi calculado pelo governo. O secretário de agricultura e abastecimento do estado, Victor dos Santos Júnior, informou que as atividades devem se normalizar ao logo do ano, e sugeriu que os agricultores busquem rotas alternativas para ter acesso a cidade. 

Outra cidade que também está sendo castigada pela chuva é Belo Horizonte. Segundo o último balanço feito pela Comdec , Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, só na Capital foram registrados cerca de 54 ocorrências. De acordo com o balanço da Comdec, a maioria das ocorrências registradas foram por conta de deslizamentos de terra.

Publicidade

Estes deslizamentos atingiram casas, onde moradores tiveram de ser retirados. Em um dos casos, três crianças ficaram presas em uma residência, o corpo de bombeiros conseguiu resgatar as três sem nenhum ferimento. 

AAlém dos deslizamentos de terra, árvores caíram em vários pontos da cidade e semáforos pararam de funcionar por volta das 10 horas, de acordo com a empresa de transporte e trânsito de Belo Horizonte a (BHTrans).

A Polícia Militar Rodoviária informou que houve queda de barreiras nas rodovias estaduais, onde a MG-030 foi parcialmente bloqueada.Já MG-040, por conta de uma barreira que caiu na altura da cidade de São José da Lapa, foi bloqueada sem previsão de liberação. 

 O Aeroporto da Capital mineira operou no último domingo(17) com cancelamentos e atrasos de voos. Segundo a concessionária que administra o Aeroporto, a BH Airport, por conta do mal tempo a operação é realizada através de instrumentos. Segundo o G1, até às 10 horas, 20 voos haviam sido cancelados e 9 se encontravam atrasados.  #Natureza