A presidente #Dilma Rousseff viajou por duas vezes neste final de ano para Porto Alegre – RS.  A escolha por passar o Natal lá, perto de sua filha, teve além da expectativa do momento em #Família, a possibilidade da chegada de mais um neto, o segundo da presidente.

Paula, filha de Dilma, já é mãe de Gabriel, que nasceu em 9 de setembro de 2010, e está novamente grávida. Como está no final da gestação, a “vovó” está tentando visitá-la com mais frequência. No Natal, Dilma esteve lá e aproveitou a oportunidade para fazer uma visita ao ex-marido.

A virada de ano também contou com a presença da presidente em Porto Alegre. Desta vez ela passou apenas 24 horas lá e voltou para Brasília na sexta-feira (1).

Publicidade
Publicidade

Carlos Araújo, ex-marido e amigo da presidente, também se reuniu com a família durante as festas de ano novo. A chegada de Guilherme, nome escolhido para o bebê, está prevista para acontecer nos próximos dias.

Paula já tentou parto normal quando Gabriel nasceu, mas acabou precisando se submeter a uma cesárea. Ela tentará ter Guilherme também com parto normal e está tendo acompanhamento médico nesta reta final de gestação.

Dilma deixou a casa de Paula por volta das 16h15 e foi para Canoas, onde fica a base aérea. Alguns jornalistas a acompanhavam e a presidente fez questão de abaixar o vidro para desejar um "bom Ano-Novo".

Embora o cenário político e econômico não esteja em sua melhor fase, Dilma está esperançosa quanto ao ano de 2016. Em um texto publicado no jornal "Folha de São Paulo", na sexta-feira (1º), ela prometeu ajustes e reformas para este ano.

Publicidade

Disse ainda que gostaria de contar com o apoio do Congresso Federal para a aprovação dos ajustes e mudanças no orçamento, visando equilibrar as contas.

Mesmo tendo reconhecido que cometeu alguns erros, a presidente acredita que a situação do país foi agravada pela instabilidade política e também por fatores vindos da economia internacional, segundo o texto. Embora as previsões para 2016 não sejam as melhores, a presidente acredita que o país terminará o ano melhor do que é esperado. Completou falando que irá se empenhar para ter “um Brasil forte para todo o povo brasileiro". #Congresso Nacional