O ano de 2015 foi muito bom para os trabalhadores brasileiros poderem descansar, aproveitar a #Família e passear. Fique tranquilo, os feriados de 2016 não vão decepcionar; apenas o Natal e o dia do trabalhador cairão nos finais de semana, isso considerando todos os 13 feriados nacionais.

Como feriados municipais e estaduais são casos particulares, dependendo de onde more a pessoa, listaremos todos os feriados de 2016 em âmbito nacional, ou seja, apenas os que são controlados pelo Governo Federal.

A propósito, foi divulgado ontem pela presidente Dilma a listagem de feriados nacionais e pontos facultativos, aqueles nos quais a interrupção pode ou não ser concedida de acordo com a vontade do empregador, confira:

8 de fevereiro - Carnaval - Segunda feira (facultativo)

9 de fevereiro - Carnaval - Terça feira (facultativo)

10 de fevereiro - Carnaval - Quarta feira de cinzas (facultativo até as 14h)

25 de Março - Paixão de Cristo - Sexta feira (feriado nacional)

21 de Abril - Feriado de Tiradentes - Quinta feira (feriado nacional)

1 de Maio - Feriado Mundial do trabalhador - Domingo (feriado Mundial)

26 de maio - Corpus Christi (ponto facultativo) - Quinta feira

7  de setembro - dia da Independência do Brasil (feriado nacional) - Quarta feira

12 de outubro -  Nossa Senhora Aparecida (feriado nacional) - Quarta feira

28 de outubro -  Dia do Servidor Público (ponto facultativo) - Sexta feira

2 de novembro - dia de Finados (feriado nacional) - Quarta feira

15 de novembro - dia da Proclamação da República (feriado nacional) - Terça feira

25 de dezembro - Natal (feriado nacional) - Domingo

A listagem foi publicada no Diário Oficial da União, na manhã do dia 4 de Janeiro.

Publicidade
Publicidade

Embora as expectativas para a economia não seja das melhores, ao menos no quesito lazer ou descanso 2016 não fará feio.

Contudo, nesta terça-feira, 5 de janeiro, a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) divulgou um estudo prevendo um prejuízo de R$ 54,6 bilhões para a economia nacional, em consequência da paragem em dias feriados. Um representante do Firjan, citado pelo Jornal do Brasil, afirma que esse valor é 3,7% do valor do PIB e que "fica complicado crescer", num ano de crise, com esse número de feriados. 

Acha que o governo federal deveria considerar reduzir o número de feriados para dinamizar a economia? Ou se trataria de uma medida inútil e contra o descanso do trabalhador? Deixe em baixo sua opinião! #Curiosidades