Os dois filhos das vítimas são suspeitos de terem matado os pais e o irmão mais velho, no dia (7) quinta-feira.

 O #Crime ocorreu na própria casa das vítimas, durante uma tentativa de assalto a residência. Os quatros homens armados invadiram a casa e renderam os pais e o filho mais velho que mais tarde foram mortos asfixiados pelos homens que usaram fita adesiva e um cadarço de sapato para cometerem o crime.

 Dois dos filhos do casal, Henrique Buchinger e Chiara Buchinger foram imobilizados e trancados dentro do banheiro, porém, eles conseguiram escapar pela janela do banheiro para pedirem ajuda a polícia.

 As vítimas, Luis Alves Pereira, marido, a esposa, Irma Buchinger Alves, e o filhos mais velho do casal, Ambrosio Buchinger Neto, foram assassinados durante o assalto em sua casa.

Publicidade
Publicidade

 O delegado Rodrigo Leão, Superintendente da Polícia Civil da Região de Xingu, informou  que a casa foi invadida por quatro ou cinco pessoas que estavam em busca de dinheiro e coisas valiosas, já que o casal tinha uma lojinha de roupas na mesma localidade da residência. Os suspeitos fugiram no carro da filha das vítimas que mais tarde fora abandonado a 12 quilômetros da região de Altamira, porém, por falta de recursos não foi possível identificar os suspeitos antes.

 O irmão, Henrique Buchinger, um dos filhos da vítima, foi preso na terça-feira (19), em Goiânia (GO), ele foi encaminhado para o presídio regional de Altamira. Além do filho do casal, também foram presos três suspeitos, Matheus de Oliveira, Francisco Denis Leite, no bairro de São Joaquim, em Altamira; Aguinaldo Soares, um dos suspeitos do crime, também foi preso no bairro Bom Remédio, em Itaituba.

Publicidade

Os quatro suspeitos devem permanecerem presos no presídio regional de Altamira por decisão judicial até que as investigações sejam aprofundadas.

 A filha mais nova do casal, Chiara Buchinger, está sendo acusada por meio das redes sócias de ter participado do assassinato de sua família, e sendo até comparada com Suzanne Von Richthofen, que foi acusada de matar os país em 2002.

  #Casos de polícia