Uma história triste do sumiço de um cachorro terminou com um final feliz em Franca, interior de São Paulo. A dona de casa, Nayara, estava desesperada em busca de seu cachorro Thor, que desapareceu dia 27 de dezembro após um furto.

Nayara já havia mobilizado pessoas em redes sociais divulgando fotos do seu fiel amigo, tudo para ver se alguém encontrava o cão e lhe devolvia. O amor pelo ‘guerreiro’ Thor é tanto que Nayara colocou uma recompensa no valor de R$3 mil para quem encontrasse e devolvesse o cãozinho.

Mesmo com a oferta, nada do cachorro aparecer. Durante uma conversa casual com uma senhora em um ponto de ônibus da cidade, que descobriu o paradeiro de Thor.

Publicidade
Publicidade

Dona Santa, uma senhora idosa conhecida no bairro, ouviu uma moça comentando o sumiço de Thor e decidiu entrar na conversa e pedir para ver uma foto do animal, ocasião em que concluiu que o cãozinho branco que era procurado estava em sua casa.

Dona Santa contou que encontrou o cachorro muito assustado na rua, então lhe deu água, comida e permitiu que ele ficasse abrigado em sua casa. A dona de Thor, Nayara, ficou tão feliz que não hesitou em oferecer os R$3 mil para dona Santa, mas a humilde senhora recusou, afinal, resgatou o animal por amor e não por interesse. Entretanto, a dona de Thor descobriu que Santa abriga mais cinquenta cachorros que foram resgatados dos maus tratos nas ruas e com isso, conseguiu que a senhora aceitasse a ajuda para comprar ração para os #Animais.

Contraste

Se por um lado dona Santa tenta mostrar o lado bom da vida aos animais que já sofreram nas ruas, outras pessoas tendem a agir como se um cão ou qualquer outro animal, não tivesse qualquer valor.

Publicidade

Em Campo Grande –MS, um motorista filmou um outro motorista que amarrou um cachorro pelas patas e o arrastou pelas ruas do bairro. O autor das imagens disse que tentou fazer o motorista parar o carro por causa do cachorro, mas o homem ficou bravo e não quis parar. Então com as imagens divulgadas na internet a polícia identificou o motorista e o autuou por maus tratos e crime ambiental.

O motorista alegou que amarrou o cachorro para poder enterrá-lo em algum lugar, pois o animal havia sido atropelado. O corpo do cachorro foi encontrado em um terreno perto do Anel Rodoviário que liga MS à SP. Por conta disso, recebeu multa de R$500 pelos maus tratos e R$5 mil por abandonar o corpo do animal em local inadequado. A multa de maus tratos pode ser recorrida e perdoada se o motorista provar que o cão já havia morrido quando foi amarrado ao veículo. A multa de R$5 mil não pode ser abatida.

O que você acha desses casos? Compartilhe a sua opinião deixando um comentário. #Cães #Comportamento