Mesmo em meio a crise, o #Governo já confirmou que o ‘Programa Minha Casa, Minha Vida’ permanece firme e forte. Segundo a presidente Dilma Roussef, um dos objetivos é facilitar o acesso à moradia, com condições justas de financiamento. Por isso, quem ganha até 3 salários mínimos está entre os beneficiados e já podem realizar o cadastro disponível no site da Caixa Econômica Federal.

Em 2016, o ‘Feirão Minha Casa, Minha Vida’ será realizado nas seguintes localidades: Acre, Mato Grosso, Ceará, Bahia, Rio Grande do Norte, Roraima, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Pará, Paraná, Amazônia, Espírito Santo, Maranhão, Amapá, Rondônia, Alagoas, Rio de Janeiro, Paraíba, Piauí, Pernambuco e Rio Grande do Sul.

Publicidade
Publicidade

Para se ter uma ideia, de 2009 a 2014, quase 7 milhões de brasileiros estiveram na lista dos beneficiados. Foram investidos cerca de 217 bilhões de reais, o que gerou 63 bilhões de reais para a economia e 1,3 milhões de novos postos de trabalho. Das 4 milhões de unidades contratadas, aproximadamente 1,5 milhões já foram entregues.

Quem pode participar?

Trabalhadores que ganham até 3 salários mínimos. Também é importante que os candidatos não apresentem restrição no nome, não tenham usado o FGTS nos últimos 5 anos, não possuam financiamentos, tampouco imóveis em seus nomes.

Cadastro

As inscrições para 2016 já estão disponíveis no site da Caixa Econômica Federal. No portal ainda é possível fazer a simulação do financiamento e ficar por dentro dos benefícios. Os autônomos também podem participar, desde que apresentem a documentação solicitada, nesse rol estão: carteira de identidade, extrato bancário dos últimos 6 meses, CPF, declaração do imposto de renda, comprovante de despesas, entre outros.

Publicidade

Leia também: MEC oferece curso de inglês de graça para os participantes do Enem e Organizações trocam viagens e outros benefícios por trabalho voluntário.

Conhece alguém que pode se beneficiar com essa informação? Comente, recomende e compartilhe com os amigos nas redes sociais.

  #Família #Dilma Rousseff