Para quem começou o ano com vontade de mudar de vida, inscrever-se no SISU é uma excelente opção. O Sistema de Seleção Unificada substituiu o vestibular individual de cada #universidade pela nota obtida no ENEM - Exame Nacional do Ensino Médio, entretanto, há notas de corte, de forma que nem todos que participaram do exame ano passado estão aptos à concorrer as bolsas.

Requisitos para se inscrever

Não pode ter zerado na redação. Mesmo os casos de quem afirmou não ter a nota da redação divulgada, o Inep orienta que os estudantes voltem a acessar o sistema, pois segundo eles, todas as notas foram lançadas, o que ficou faltando é o 'espelho da redação', onde fica anotado todas as observações dos avaliadores, do qual também pode ser utilizado para eventuais recursos.

Publicidade
Publicidade

Além disso, a maior parte das universidades exigem uma nota minima. Por exemplo: enquanto a nota minima para disputar vagas é de 450 pontos, a USP - Universidade de São Paulo - adotou a nota minima de corte de 700 pontos para oito cursos ofertados pelo SISU. Por isso, dependendo da universidade que o candidato queira se inscrever, pode ou não haver uma nota minima de corte. Lembrando que 450 é a média nacional, então, mesmo que a universidade não exija nota minima, alguém que obteve menos de 450 pontos não conseguirá nenhuma vaga.

Como é feita a inscrição?

O aluno deverá acessar o sistema do SISU (http://sisualuno.mec.gov.br) através de sua senha do #ENEM. O número de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio é utilizado para 'puxar' a nota para o processo seletivo. As inscrições ocorrem do dia 11 ao dia 14 de janeiro.

Publicidade

Inscrever-se não garante a vaga. Na semana seguinte o Inep divulgará o nome dos aprovados, caso alguns alunos não façam a sua matricula dentro do prazo estipulado, a vaga será ofertada em uma segunda chamada para outros candidatos.

Observações Importantes

O candidato pode alterar os dados da inscrição, como curso, horário e instituição, à qualquer momento, desde que esteja dentro do prazo de inscrições (11 a 14 de janeiro). Se desejar, o candidato pode imprimir ou salvar uma cópia do comprovante de inscrição. Quem participou de processos anteriores do SISU, podem participar normalmente da nova edição. Não há limite de idade e não é cobrado nada pela inscrição.

Vale ressaltar que as universidades públicas são muito mais concorridas devido existirem menos instituições públicas do que privadas, logo, é comum que candidatos com as notas mais altas garantam as vagas, mas se você ficou na média, não desanime, pois se não conseguir ser aprovado pelo SISU, ainda tem PROUNI e FIES. Fique atento e boa sorte! #Educação