A gravidade das doenças promovidas pelo mosquito Aedes, que é o principal causador de três doenças graves que estão fora do controle das autoridades sanitárias do país, pode causar uma mudança de local dos jogos olímpicos, considerando a dificuldade de controlar a expansão em nível global. O vírus Zika, que pode ser o principal causador da microcefalia, agora foi comprovado estar em presente na saliva, urina e sêmen, aumentando o seu nível de severidade. A movimentação de pessoas de todo o mundo para o Brasil durante os jogos poderiam criar um efeito de epidemia global, já que o número de casos denunciados na Europa, Ásia e Estados Unidos estão quase todos relacionados a viajantes à America Latina.

Publicidade
Publicidade

A Revista Forbes articula a retirada das Olimpiadas do Brasil

A Revista Forbes já está articulando para que os jogos sejam transferidos ou cancelados, porque consideram que o Brasil não tem condições econômicas para fazer os investimentos necessários para oferecer seguranças aos participantes e expectadores dos jogos. O fato de ser um ano muito chuvoso e quente também deve contribuir para que o mosquito se propague em maior número, já que os focos de larvas não ficam restritos às casas, mas também nas regiões que estão sofrendo com alagamentos e aumentam o número de poças de água em quintais e aluviões de beira dos rios. Os casos de Zika estão em maior número em Pernambuco, justamente onde está um dos principais aeroportos internacionais do país.

Descaso dos governos aumentou o risco de contrair uma das doenças

O Brasil não tem como se explicar como a dengue chegou ao longo dos anos ao número absurdo de 1,5 milhões de casos, sem que uma providência mais séria fosse tomada, entre elas a de aumentar os cuidados sanitários em espaços públicos e promovendo a educação sobre os cuidados com doenças transmissíveis devido aos lixos e má qualidade das ruas e terrenos.

Publicidade

É notório o descaso com vários prédios públicos e fontes em parques, cuja responsabilidade pela manutenção é do poder público. Além disso, a taxa de tratamento de esgoto ainda deixa muito a desejar e cidades como Bauru no Estado de São Paulo, com próximo de 400.000 habitantes, não tratam o esgoto, apesar dos projetos e licitações serem realizados.

Outros países podem ser uma solução para evitar uma epidemia mundial

Entre os países que podem receber os jogos Olímpicos estão Estados Unidos, Inglaterra e Canadá, pois ainda possuem grande parte dos equipamentos referente a jogos anteriores. Esse países possuem a vantagem de estarem muito ao norte e o clima frio do inverno ajuda a fazer um controle natural dos mosquitos. Caso a transferência ocorra, o Rio de Janeiro deverá arcar com uma dívida gigantesca, sem falar nos cancelamentos de turistas europeus e norte-americanos, que já estão sendo alertados a não viajarem ao Brasil. #Crise #Doença #Zika Vírus