O assunto do momento é o #Zika Vírus e todos temos motivos para tamanha preocupação, uma vez que a infestação do mosquito Aedes aegypti tende a aumentar nos próximos meses.

Mas agora o zika vírus também pode nos infectar através da relação sexual, mesmo não tendo sido comprovado cientificamente, pelo menos 3 casos estão intrigando os cientistas de todo o mundo e justamente por isto os médicos começaram a recomendar, principalmente às mulheres grávidas, que elas evitem ou pelo menos se protejam durante as relações sexuais.

Um destes casos, em que o zika foi transmitido pelo sexo, aconteceu no Texas, Estados Unidos, e Anne Schuchat, que é vice-diretora do CDC - Centro de Controle e Prevenção de Doenças, informou que já foi confirmado o primeiro caso de contaminação pelo zika vírus em uma pessoa que não realizou nenhuma viagem.

Publicidade
Publicidade

E justamente por isto acredita-se que o contágio só possa ter acontecido através do contato sexual, já que não houve picada do mosquito.

A única dúvida sobre este caso é que o paciente chegou a fazer uma viagem para a Venezuela e depois de algum tempo voltou para os Estados Unidos, sendo que chegou a ter relação sexual com seu parceiro, e por isto os cientistas ainda estão averiguando se o motivo foi a picada do mosquito na pessoa quando esta ainda encontrava-se na Venezuela, ou se a contaminação se deu no momento da relação.

Mas já há outros casos que confirmam a possibilidade da transmissão do zika vírus pelo sexo, como o do paciente que teve o vírus detectado em seu sêmen.

E outro caso de um homem que esteve em uma região onde a contaminação pelo zika é grande e após voltar para os Estados Unidos acabou contaminando a esposa após manterem relações.

Publicidade

Para muitos o zika é uma novidade, mas em 2013 foi registrado um surto na Polinésia Francesa e naquele ano o vírus já havia sido detectado no sêmen de um paciente com pouco mais de quarenta anos.

Ainda há casos mais antigos, por exemplo, em 2008, o cientista Brian Foy viajou para o Senegal e acabo sendo contaminado pelo zika. Após retornar para os Estados Unidos e manter relações com sua esposa, ela acabou sendo contaminada.

Não há dúvidas de que a picada do mosquito Aedes aegypti ainda é a forma principal para a transmissão do vírus, mas é importante começar desde já os estudos a respeito da transmissão do zika também pelo sexo para que possam ser tomadas providências também no sentido de conscientizar as pessoas para que se protejam corretamente. #Doença