O filho do ex-presidente, Luis Cláudio #Lula da Silva, é um dos principais alvos da "Operação Zelotes" e agora vem sendo investigado por ter recebido cerca de R$ 500 mil do Corinthians entre os anos de 2011 e 2013 sem nunca ter exercido qualquer função no time, nem prestado nenhum tipo de serviço. Luis Paulo Rosenberg, responsável pelo setor de marketing do Timão, entre 2007 a 2012, garante que o filho de Lula nunca executou nenhuma tarefa no Corinthians ou sequer realizou algo que merecesse um pagamento.

A "Folha de São Paulo" chegou a ouvir 8 pessoas que tiveram ligação direta com o marketing do Corinthians e todas garantiram que Luis Cláudio nunca realizou nenhum serviço por lá. O período de 2011 a 2013, que foi quando o Corinthians realizou os pagamentos ao filho de Lula, coincide com o mesmo período em o estádio do timão foi construído em São Paulo e contou com vários empréstimos vindo do Governo Federal.

Publicidade
Publicidade

Por causa desta coincidência nas datas, agora a Polícia Federal está abrindo uma nova investigação na "Zelotes" para averiguar o que realmente aconteceu.

Lula tem grande envolvimento com o Corinthians

O Corinthians é o grande time do ex-presidente Lula e também foi o primeiro cliente que Luis Cláudio teve como profissional de marketing esportivo, quando ele criou em 2011 a empresa LFT.

Luis Cláudio havia atuado anteriormente como "auxiliar de preparador físico", com Mano Menezes, e em 2010 deixou o cargo alegando que seu grande sonho era ser técnico de um grande clube, mas como no Corinthians não havia espaço para ele, ia tentar realizar seu sonho em outro clube.

Só que em menos de um ano, o filho de Lula estava de volta ao Timão. Só que aí ele voltou para trabalhar na área de buscar patrocínios. Na primeira passagem pelo clube, Luis Cláudio tinha um salário de R$ 15 mil e depois voltou com uma remuneração de R$ 20 mil mensais.

Publicidade

O estranho é que ele nunca conseguiu nenhuma parceria para o time.

Em 2015, a revista "Época" divulgou trecho do depoimento do filho de Lula, onde ele afirmou que neste período no Corinthians chegou a receber mais de R$ 300 mil por ano.

A empresa de Luis Cláudio, a LFT, está sendo investigada por ter recebido cerca de R$ 2,4 milhões de Mauro Marcondes, que por sua vez é acusado pela compra de medidas provisórias.

A torcida do Corinthians está revoltada porque são pessoas que se dedicam ao time, sofrem, ajudam no que for preciso e se dedicam gratuitamente para ver o time cada vez melhor e, com toda razão, ficaram decepcionadas por ver a diretoria do clube envolvida neste escândalo. #Corrupção #Corrupção no futebol