João Santana, que foi responsável pelas campanhas presidenciais do PT, é um dos alvos da 23ª fase da "Operação #Lava Jato". Esta nova fase teve início já na manhã desta segunda-feira, dia 23, e recebeu o nome de "Acarajé".

A #Polícia Federal já começou as buscas na residência de João Santana, um apartamento localizado em um bairro nobre na cidade de Salvador. As buscas também foram feitas pela Polícia Federal em uma outra residência de Santana, em um condomínio de luxo em Camaçari, próximo a Salvador.

Também já foi expedido um mandado de prisão contra João Santana. O marqueteiro foi responsável pelas campanhas de Lula em 2006 e também as duas campanhas de Dilma, em 2010 e depois em 2014.

Publicidade
Publicidade

O problema maior para a Polícia Federal realizar o mandado de prisão é que João Santana já saiu do Brasil, encontrando-se atualmente na República Dominicana, onde vem desenvolvendo trabalhos na tentativa de reeleger o presidente Danilo Medina.

Há alguns dias os advogados de João Santana tentaram ter acesso aos autos da investigação que dizem a respeito de uma suposta remuneração que foi recebida pela Odebrecht, mas o juiz Sérgio Moro não autorizou.

Uma advogada da Odebrecht já confirmou que a empreiteira está sendo investigada e é alvo de busca no Rio de Janeiro e também em São Paulo. 

POLÍCIA FEDERAL DEFLAGRA A 23ª FASE DA LAVA JATO - ACARAJÉ

Mais de 300 policiais já estão cumprindo os mandados em Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo. Ao todo são 51 mandados judiciais e destes, 38 são de busca e apreensão, além de 6 prisões temporárias deverão ser realizadas mais 5 de condução coercitiva.

Publicidade

Esta fase da "Lava Jato" tem como principal objetivo cumprir algumas medidas cautelares. Os presos estarão sendo encaminhados para a Superintendência da Polícia Federal de Curitiba.

Esta fase foi denominada de "Acarajé" justamente por fazer alusão ao termo que é muito usado por pessoas investigadas ao citarem dinheiro em espécie.

Na manhã desta segunda-feira (22), João Santana se tornou o assunto mais comentado do Twitter e as opiniões eram as mais variadas possíveis.

#Corrupção