A #Música "Metralhadora", da Banda Vingadora está fazendo o maior sucesso pelo país. A coreografia e a letra da música não saem da cabeça do povo, fazendo dessa música, o maior hit do #Carnaval. O videoclipe está com mais de 42 milhões de visualizações no YouTube e 513 likes no vídeo, sendo um dos vídeos mais assistidos e até destaque na capa do site de vídeos YouTube.

Apesar da Constituição Brasileira defender seriamente a liberdade de expressão, depois de anos de autoritarismo e de ditadura, alguns casos de censura podem surgir na sociedade. Alguns tem como intenção defender as pessoas de atitudes intolerantes e imorais, mas outros ocorrem por causa da chamada "ditadura do politicamente correto".

Publicidade
Publicidade

Apesar de ser um sucesso, a música está gerando muita polêmica e controvérsia. Alguns acreditam que a música faz apologia à violência. E é devido a essa polêmica e a essas controvérsias que agora o maior hit do carnaval brasileiro parece estar ameaçado. O Ministério Público da Bahia emitiu um alerta recomendando que artistas, bandas, blocos ou entidades carnavalescas contratados através de recursos públicos não executem músicas que façam apologia à violência no Carnaval de Salvador.

A recomendação, que foi enviada ao Governo do Estado da Bahia, tem como base a Lei Estadual n° 12.573/12 e a Lei Municipal 8.286/12. Isso pode impedir que a Banda Vingadora se apresente durante todo o período que abrange o Carnaval baiano.

Segundo o jornal O Povo, de acordo com as leis, é proibido o uso de recursos públicos para contratação de artistas que executem músicas que incentivem a violência ou exponham as mulheres à situação de constrangimento, ou contenham manifestação de homofobia, discriminação racial e apologia ao uso de drogas ilícitas.

Publicidade

A promotora de Justiça Márcia Teixeira, coordenadora do Grupo de Atuação em Defesa da Mulher e da População LGBT do Ministério Público (Gedem), afirma que o a Prefeitura e o Governo do Estado devem inserir nos contratos com os artistas cláusulas de advertência.