Orlando Macrini, famoso diretor de televisão, morreu na madrugada desta quinta-feira, 18. A informação foi confirmada pelo jornalista Flávio Ricco, do UOL. Orlando trabalhou com o empresário e apresentador Silvio Santos durante 41 anos. O profissional da mídia tinha 69 anos e faleceu em decorrência de um infarto e uma pneumonia avançada. Macrini não trabalhava mais com o pai de Patrícia Abravanel desde 2007, quando foi demitido do SBT

O diretor estava em coma em um famoso hospital de São Paulo. Familiares de Orlando pedem apoio de amigos e da emissora onde Macrini trabalhou durante anos para custear o tratamento. Segundo Flávio Ricco, as despesas hospitalares teriam ultrapassado R$ 150 mil.

Publicidade
Publicidade

Macrini virou uma espécie de braço direito de Silvio Santos por conta das décadas em que trabalhou ao lado do apresentador. O diretor ficou a frente de programas como 'Gente que Brilha'. 

Macrini era um dos únicos diretores do SBT que também aparecia no vídeo. Em um programa veiculado pela emissora no ano de 1988, o apresentador chega a pedir um conselho de seu diretor se deve ou não concorrer à prefeitura de São Paulo. O diretor mandou o comunicador não tentar a empreitada política, pois isso poderia fazer com que ele passasse de ídolo a odiado. 

O diretor disse que o público vê os programas de Silvio Santos para ter um pouco de felicidade em meio a tantos problemas que acontecem durante a semana. O profissional completa, dizendo que o famoso como prefeito não deixaria ninguém à vontade.

Publicidade

 Macrini diz ainda que o comunicador gosta de tudo feito com muita perfeição e rapidez e que entidades públicas não são assim. Por isso, ele correria o sério risco de sair frustrado. O comunicador chegou a se candidatar à presidência do Brasil no lugar de outro político, mas desistiu semanas antes do pleito, após muita pressão de seus adversários. 

Já à prefeitura de São Paulo, Silvio desistiu naquela oportunidade e também quatro anos depois, quando o assunto voltou a ser destaque de seus programas.  #É Manchete!