Junto de líderes religiosos do Município de Goiandira, no Estado de Goiás, o prefeito Erick Marcus dos Reis e Cruz (PTB) documentou o decreto “O DIA DE JEJUM MUNICIPAL”, acontecido no dia 22 do mês corrente. Na oportunidade, o povo daquela cidade ficou ‘impedido’ de se alimentar por muitas horas em prol da ‘luta’ que o município estava travando contra o mosquito da #Dengue. O ‘Dia de Clamor a Deus’ naquele município do sudeste de Goiás gerou manifestações e protestos nas redes sociais do país, dos mais positivos aos mais negativos.

Goiandira enfrenta uma epidemia de dengue, uma das maiores de sua história e também de todo o Estado de Goiás.

Publicidade
Publicidade

Contabilizados os casos, já ultrapassam a incrível marca de 600 pessoas afetadas. Logo após o 'jejum' realizado por meio de decreto municipal, o prefeito também fez um mutirão contra a dengue através da Secretaria Municipal de Saúde, na terça-feira, (23). Terrenos baldios, casas inabitadas e locais abandonados foram visitados pelos agentes de saúde com o objetivo de localizarem água parada ou os focos de mosquito da dengue que assolam aquela cidade.

Quando procurou os líderes religiosos da cidade, Marcus dos Reis disse que praticamente todos atenderam ao seu chamado para formular o decreto de jejum, (que inclusive pedia aos cidadãos para não se alimentarem das 6h às 12h da segunda-feira). O Administrador havia dado entrevista ao portal G1 confessando que estava bastante satisfeito porque as pessoas que estão à frente dos movimentos religiosos da cidade apoiaram e pediram aos seus fiéis que cumprissem com o que havia contido no Decreto, (que se encontra em anexo, nessa matéria).

Publicidade

Comentários nas redes sociais

O Facebook no Brasil possui vários grupos de debates religiosos, filosóficos e antirreligiosos. Logo, postagens acerca do Decreto de Goiandira passaram a ser o assunto do momento. Neles, muita gente critica a ação do Administrador daquele município, perguntando: “Por que ele não procura investir mais na saúde do município ao invés de ‘perder’ tempo com coisas que não vão resolver o problema”, outros comentavam a favor: “Só Deus poderá nos salvar”.

Em entrevista, o Prefeito afirmou: “Em muitas situações de guerra descritas na Bíblia, as pessoas conseguiram vencer os conflitos jejuando[...]”, confessando que em primeiro lugar em sua administração vem Deus. Após a sua fé, ele procura resolver os problemas da cidade com o que tem nas mãos. #Curiosidades #Religião