Qual a possibilidade da presidente da república ser presa? Em meio ao caos político, qualquer informação, mesmo as mais alarmantes, parecem a mais pura verdade, tamanha tem sido a reviravolta no noticiário. Nesta semana, veio a informação que Marcelo Odebrecht faria sua delação. Em troca, caso comprovado o que ele disse, o presidente de uma das maiores empreiteiras do país, teria sua pena reduzida. De acordo com a revista 'Veja', ele promete contar, de fato, que os repasses à campanha eleitoral foram negociados diretamente com ela. Um dos blogs mais acessados sobre política, o 'Antagonista', disse que se isso for confirmado, a presidente iria para a cadeia. 

Além da 'Veja', a revista 'Isto É' dessa semana traz em sua capa que Rousseff teria cometido pelo menos sete crimes: obstrução de justiça, falsidade ideológica, desobediência, improbidade administrativa, extorsão, abuso de poder e as pedaladas fiscais.

Publicidade
Publicidade

A revista garante que esses seriam os elementos que o Ministério Público e a Polícia Federal teriam contra Rousseff. Mas será que tudo isso dá prisão? Conversamos com alguns jornalistas que cobrem política e também com advogados para entender até que ponto isso realmente pode acontecer.

Sobre o depoimento de Odebrecht, a maioria das fontes consultadas acredita que apenas uma prova concreta faria com que Dilma sofresse um julgamento do Supremo Tribunal Federal, o STF. Caso isso ocorra, seria ainda com ela presidente. Julgada culpada, além de perder o mandato, Rousseff seria presa. A simples delação do presidente da empreiteira ou apenas uma prova do encontro entre os dois daria sempre a possibilidade de contraprova, o que tornaria o assunto menos palpável para um prisão, especialmente quando falamos de um presidente da república. 

Além disso, o caixa 2, caso comprovado, não seria capaz de prender Dilma, apenas de tirá-la do mandato.

Publicidade

Apenas provas que mostrem claramente que Rousseff cometeu crimes considerados mais graves a levariam para trás da grade, dizem especialistas. Um dos apontados é o que está na capa da 'Isto É', a falsidade ideológica.  #Lula #Dilma Rousseff #Impeachment