Quem sintonizou a TV na Rede Globo, na manhã do dia 4 de março, pode acompanhar a cobertura completa da condução coercitiva de #Lula para seu depoimento na #Polícia Federal. Foi realmente espantoso como a emissora agiu rápido e conseguiu fazer com que seus profissionais chegassem tão rápido aos locais onde Lula estaria e também à residência do ex-presidente.

A rapidez foi tanta que acabou gerando vários comentários e uma grande desconfiança de que a Globo havia sido avisada com bastante antecedência e, por isso, conseguiu cobrir o fato com tamanha eficiência.

O Juiz Sérgio Moro recebeu duras críticas do ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, além da nota de repúdio da associação de juízes, mas Moro explicou que foram tomados todos os cuidados no intuito de preservar a imagem de Lula durante toda a diligência.

Publicidade
Publicidade

Mas tudo indica que as informações "vazaram" para que a Globo pudesse ser privilegiada na cobertura de tais acontecimentos. Mesmo o juiz Sérgio Moro alegando que tudo foi feito no mais alto sigilo, a emissora já estava sabendo de tudo que seria feito, tendo detalhes de cada passo a ser dado nesta operação e por isto conseguiu cobertura com exclusividade e rapidez.

Antes mesmo da Polícia Federal chegar à residência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o helicóptero da Globo já estava sobrevoando o local, assim como os jornalistas da emissora já estavam todos posicionados nos pontos estratégicos, tanto nas proximidades do prédio onde Lula se encontrava, como também no aeroporto, para onde o petista foi encaminhado para dar o depoimento.

Vale ressaltar ainda que Diego Escosteguy, editor-chefe da Revista Época, também deu pistas de que já sabia que a Polícia Federal iria até Lula, pois ele postou uma mensagem no Twitter, algumas horas antes do acontecido, dizendo que estava em contagem regressiva para o dia amanhecer e que seria "um dia especial, cheio de paz e amor".

Publicidade

A Justiça pretende tomar providências para que tais informações não "vazem" futuramente. #Lava Jato