Pode parecer piada, mas foi o que aconteceu. Ao comprar dois smartphones num site parceiro da Casas Bahia, um usuário recebeu um pacote com uma garrafa d'água dentro. Depois de muito reclamar, na segunda vez lhe enviam um "tijolo" pelo correio.

Foi o que aconteceu à centenas de usuários em compras intermediadas pela AMKG Brasil, parceira da Casas Bahia, responsável pelo faturamento e entrega das mesmas.

Reclamações foram registradas num site especializado, o conhecido "Reclame Aqui", que presta serviços relevantes ao cidadão, na proteção dos direitos do consumidor, denúncias de fraudes, etc., além de ajudar a evitar e elucidar muitos golpes pela #Internet.

Publicidade
Publicidade

Polícia prende dono da empresa

O caso e as denúncias culminaram neste último final de semana (19/03), com a prisão de quatro pessoas, um homem (o pai), proprietário da Empresa AMKG, e seus três filhos, que usavam o artifício de enviar os "pedidos" de Manaus - AM para dificultar a descoberta dos golpes. Porém, a falcatrua foi descoberta pela polícia, que esteve na sede da empresa na zona Sul de São Paulo - SP. O golpe pode ter causado prejuízos na casa de 2 milhões de reais.

AMGK no Reclame Aqui

O mais incrível é que a tal AMGK ainda mantém o site de vendas no ar. Porém, no "Reclame Aqui", é "ranqueado" como "empresa não recomendada", com 272 reclamações de fraude nos últimos seis meses. De acordo com a nossa consulta no site, a empresa também usava nome de outras empresas com credibilidade no ramo eletrônico.

Publicidade

Constam reclamações envolvendo o nome da Walmart e também compras via Mercado Livre.

Veja parte do conteúdo da reclamação do comprador e resposta da AMGK, dando ainda como desculpa um trágico acidente com morte:

"No dia 26/11/2015 fiz a compra de 2 Smartphones nas Casa Bahia tendo como a empresa AMKG Brasil responsável pela entrega dos mesmos. No dia 10/12/2015 e recebi uma caixa bem lacrada pelos correios, nada de violação, e ao abrir a mesma, ao invés dos dois smartphones tinha uma garrafa de um litro de água.

Entrei em contato com as Casas Bahia a qual repassou a minha reclamação para a empresa AMKG Brasil a qual me enviou um e-mail lamentou o fato acontecido e se dispôs a me enviar os dois smartphones via sedex. Hoje (no dia 17/12/2015) eu recebi outra caixa via sedex (DJ21583897BR) com o carimbo da AMKG Brasil, bem lacrada.

Ao abrir a caixa fazendo um vídeo para confirmar a veracidades das informações me deparo com um tijolo dentro da caixa [...]". 

Aguardo informações [...]."

Resposta da AMGK:

"Prezado Antonio,

Pedimos desculpas pelo atraso. Infelizmente na tarde de ontem dois funcionários exemplares de nossa empresa vieram a falecer tragicamente em um acidente de motocicleta.

LUTO

Podemos estornar o seu pagamento ou realizar um novo envio.

Agradecemos a compreensão.

Atenciosamente, Equipe AMKG"

AMGK era credenciada da Casas Bahia

A empresa informou, em nota, que a compra foi feita num site que a intermediava, na modalidade "Marketplace", que permite compras de varejistas num único site, e que a empresa em questão era responsável pela venda e foi descredenciada no dia 3 de dezembro de 2016.

Publicidade

A Casas Bahia diz que ao tomar ciência do fato e ouvir o relato do consumidor, firmou um acordo onde a compra seria cancelada.

Credenciamento pela Casas Bahia

A nota diz ainda que as parcerias de marketplace com a Casas Bahia são "criteriosamente analisadas antes de iniciarem as vendas", e que na avaliação são levantadas se há reclamações ou antecedentes em nome das credenciadas em órgãos de Defesa do Consumidor. #Crime