A notícia de que o ex-presidente #Lula teria intenção de pedir asilo político a um país europeu (Itália), por ter dupla cidadania, no caso a italiana, sob a alegação de ser um perseguido político, foi veiculada como matéria de capa da revista "Veja" desta semana, sob o titulo:

"O plano secreto de lula pra evitar a prisão: Pedir asilo à Itália e deixar o Brasil.

Alguns sites de notícias já disseram que a revista Veja perdeu a noção do ridículo, noticiando um fantasioso "plano de fuga" no caso de ser decretada sua prisão.

Um "salvo conduto" para Lula fugir do Brasil

A revista relata ainda que no plano estaria também, a possibilidade de um acordo, um "salvo conduto" que permitiria ao ex presidente se deslocar da referida embaixada até o aeroporto, onde tomaria um voo para a Itália.

Publicidade
Publicidade

Amplamente comentado, o anúncio ganhou notoriedade e se espalhou rápido na imprensa italiana, onde leitores, com repulsa e irreverência, comentaram a matéria.

Dentre alguns, visitamos o do jornal italiano "Il Giornale" que trouxe a notícia: "Lula vuol sfuggire al carcere: "L'Italia mi dia asilo politico" (Lula quer escapar da prisão: "A Itália vai me dar asilo político").

O Jornal dá ainda, detalhes de antepassados de Marisa, (e não Lula) que tem descendência italiana. "A escolha do país seria por causa da esposa de Lula, Marisa Letícia [...]. Na verdade, a ex primeira-dama é, originalmente, de Palazzago onde viviam, na Via Valle, os bisavós Giovanni Casa e Albina Mazoleni, desde 1908, antes de se mudar para a América do Sul."

A repulsa e irreverência dos italianos contra Lula

Mas o que realmente chamou a atenção, foi a forma repulsiva e irreverente que os italianos receberam e comentaram a notícia, ligando o ex-presidente Lula ao caso Cesare Battisti e sua tão almejada extradição, pedido negado veementemente pelo então governo Lula.

Publicidade

Repulsa e irreverência nos jornais italianos

Destacamos alguns comentários acerca do assunto. Confira abaixo:

Comentários na reportagem do site do "Il Giornalle":

Fri, 25/03/2016 - 11:00: "Absolutamente negar-se.[...] um político perseguido que tem subornos, e que está sendo investigado pelo judiciário de seu país. Em segundo lugar este é o presidente que nos negou a extradição de Cesare Battisti.[...]."

Fri, 25/03/2016 - 11:19: "Estará na Itália, mas em conjunto com Cesare Battisti, alojado na mesma cela do homem que ele não queria extraditar. Criminosos miseráveis, do mesmo nível."

E outros, mais extremados, no mesmo site, comentaram:

Fri, 25/03/2016 - 11:46: "Mas por que ele não vai para Hammamet?"

Fri, 25/03/2016 - 24:41: "Em lugar usado para acomodar os cães e porcos, não se deve encontrar dificuldades para conceder o seu pedido... desde que especifique bem, a pergunta: qual das duas categorias pertence."

Do jornal Corriere de La Sera:

Serra C.- 25/03/2016 | 00:43: Bem, agora nós permitimos asilo político à Lula, depois a troca imediata com Battisti

L.Tore- 25/03/2016 | 14:14: Vamos aceitá-lo, para então depois fazermos a troca com o outro criminoso, Cesare Basttisti, e assim, devolvê-lo para as prisões brasileiras.

Uma humilhação para a Itália

Houve ainda a manifestação de políticos italianos, como a divulgada pelo site do jornal Globalist: "Esperamos uma negação [...] acerca do plano secreto para dar asilo na Itália ao ex-presidente brasileiro Luis Inácio Lula da Silva. Após o desprezo repetidamente dirigido ao nosso país, com a recusa de concessão de extradição do terrorista Cesare Battisti[...], seria mais uma humilhação para o nosso país".

Publicidade

Declarou a deputada da Forza Itália, Elvira Savino.

  #Polícia Federal