Nos últimos dias, a mídia americana tem feito diversos editoriais contra a presidente da república Dima Rousseff. Nesta quarta-feira, 30, por exemplo, ela foi comparada a um dos políticos mais impopulares da história americana, Richard Nixon pela revista 'New Yorker'. O governante acabou renunciando a seu governo em seu segundo mandato depois que um escândalo de espionagem foi revelado, o caso ficou conhecido como 'Watergate'. Para a revista, o Watergate de Dilma é a operação Lava-Jato, conduzida pelo juiz federal Sérgio Moro. O profissional da justiça autorizou recentemente que interceptações telefônicas fossem feitas nos números ligados ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Publicidade
Publicidade

Em uma dessas conversas, Dilma ligou para o telefone de um dos seguranças de Lula. O áudio foi divulgado por Moro e ganhou rapidamente repercussão na imprensa. 

Já o americano 'Washington Post' publicou um editorial semelhante ao que já tinha sido feito pelo britânicos 'The Economist' e 'The Guardian', que pediram a renúncia de #Dilma Rousseff. O 'Washington Post' foi além, dizendo que a presidente está levando o Brasil para um abismo que pode não ter volta. De fato, os números da economia brasileira impressionam negativamente. O desemprego chega a 10%, a inflação a 11% e o número da vendas em diversos setores só desaba. Ainda assim, a líder do Partido dos Trabalhadores, o PT, disse nesta quarta, que está sendo feito um claro golpe contra ela, afirmando mais uma vez que não cometeu nenhum crime e que não estão acusando ela de nada no processo de #Impeachment que está para ser votado na Câmara dos Deputados. 

O jornal americano disse também que a nomeação de Luiz Inácio Lula da Silva para o Ministério da Casa Civil foi uma medida que só reflete o limite de colapso.

Publicidade

A justiça acabou embargando a nomeação de Lula, que há semanas perdeu sua posse no cargo. Com isso, ele perdeu ainda o foro privilegiado, mas de acordo com uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), Moro não poderia mais investigá-lo.