A ex-integrante do CQC e ex-apresentadora do ‘Vídeo Show’ tem dado o que falar. A moça assume que não aprova a oposição, nem o governo, mas causou grande polêmica na tarde desse domingo, 13, ao usar o Twitter para criticar as manifestações históricas que o brasileiro fez nas ruas.

Iozzi disse que só 'nos' informamos pelo Jornal Nacional, fazendo uma crítica ao jornal pelas reportagens contra Lula desde que vazaram informações sobre a delação de Delcídio do Amaral, na quinta-feira, 3. A morena também disse que 'estamos' cegos e equivocados com as manifestações. Em outro tweet completou que não se sente bem informada, tão pouco representada.

Publicidade
Publicidade

Internautas ficaram irritados com a comediante e atriz, muitos, inclusive, eram seguidores e fãs da moça, e alguns até deixaram de segui-la após o episódio. Então ela aproveitou para ironizar a quantidade de pessoas presentes na Avenida Paulista:

Depois a comediante respondeu à uma internauta que perguntou se ela realmente era contra as manifestações, dizendo que não é contra, mas prefere que todos sejam investigados e não apenas um (Lula?).

Publicidade

Apesar de não estar vinculada a nenhum partido, Iozzi não é a única que não curtiu muito a ideia de protestos nas ruas. José de Abreu dedicou seu domingo e segunda-feira para falar mal dos manifestantes e exaltar Lula por ele estar prestes a assumir a Casa Civil, conforme o petista mesmo deixou subentendido no fim da tarde.

Além de Zé, outros artistas são assumidamente apoiadores do atual governo e do PT, como a atriz Marieta Severo, Chico Buarque, Tico Santa Cruz e Gilberto Gil.

Momento histórico

Cerca de três milhões de pessoas tomaram a Avenida Paulista nesse domingo. Segundo transmissão da Jovem Pan, eram quase dois quilômetros de pessoas protestando. Quando não tinha mais espaço para ficar na avenida, as pessoas tomaram 23 quadras.

Participaram dos protestos brasileiros de todas as idades, inclusive pessoas que há algumas décadas estiveram nas ‘Diretas Já’, evento popular que por sua vez teve público superado pelos presentes no protesto de 13 de março.

Jornalistas que faziam a cobertura do evento, alegaram que nunca havia visto a Paulista tão saturada de pessoas, não havendo espaço para andar no local.

Publicidade

Os participantes do evento também disseram que nunca estiveram em uma #Manifestação tão lotada e muitos acreditam, inclusive, que o número ultrapassou os 3 milhões de cidadãos.

Com crítica ou sem crítica de famosos, algo é certo: A força das ruas surpreendeu o governo e repercutiu internacionalmente. Já os petistas, que planejam protestos para o dia 16 de março, se aglomeraram em frente ao apartamento de Lula em um grupo de 450 pessoas, segundo a GCM.

O sindicato dos metalúrgicos disse que o número era de 600 pessoas, mas alguns moradores do bairro chegaram a afirmar que não tinha tanta gente assim no local. Lula cumprimentou os militantes e pouco depois eles se dispersaram. #Corrupção #Protestos no Brasil