Morreu na manhã deste sábado, 12, o jornalista Berto Filho. A informação foi confirmada pelo site 'Rádio em Revista'. Berto é considerado um dos apresentadores mais importantes do 'Jornal Nacional' e ganhou destaque no último livro lançado sobre o noticiário da Rede Globo de Televisão. Como a Blasting News chegou a anunciar em primeira mão, Berto estava morando no retiro dos artistas. Ele não estava muito feliz nos últimos meses, pois não conseguia mais falar. No entanto, aconselhado por amigos, Berto começou a escrever um livro sobre sua carreira, obra que não chegou ao fim, mas que estava bem encaminhada. 

O profissional da mídia tinha 75 anos de idade e lutava contra um câncer no estômago desde o ano passado.

Publicidade
Publicidade

Com dificuldades para se reposicionar no mercado, o jornalista enfrentava dificuldades financeiras. Constante colaborador do Retiro dos Artistas, no bairro de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. A chegada do apresentador no retiro foi anunciada com grande pompa pela página oficial da instituição de caridade e ele acabou sendo acolhido pela entidade. Ainda não há informações sobre onde acontecerá o velório e se haverá enterro do repórter.  

Além da TV Globo, Berto fez história na Rede Manchete de Televisão. Ele foi contratado pela emissora de Adolpho Bloch em seus anos finais. Em 1998, o jornalista era responsável por programas como o 'Manchete em Primeira Mão' e o 'Jornal da Manchete'. Ele continuou na emissora até seus últimos dias, participando da transição do canal com a RedeTV!, até hoje no ar.

Publicidade

Sua carreira, no entanto, começou bem antes na televisão. No final da década de 1980, ele já era apresentador na TV Rio. 

Após o fim da Manchete, o profissional fez carreira com narrações para propagandas e vídeos institucionais. Ele também comandou diversos eventos, voltando para a Rede Globo no ano de 2004. O objetivo da emissora foi substituir Celso Freitas, que aceitou o convite para ir para a TV Record. Berto ficou no canal até o ano de 2008 e desde então procurava um recolocação profissional.  #É Manchete!