Não foi só o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que teve suas conversas grampeadas com autorização da justiça pela Polícia Federal. Diversas pessoas ligadas a eles também tiveram ligações interceptadas pelos profissionais da investigação. Uma delas é a ex-primeira dama Marisa Letícia, esposa do líder político do Partido dos Trabalhadores, o PT. Um grampo dela conversando com o filho Lulinha (Fábio Luís #Lula da Silva) foi publicada hoje por diversos veículos de comunicação do Brasil e até do mundo.

A conversa data da noite do dia vinte e três de fevereiro, quando milhares de pessoas protestaram em todo o país enquanto era exibido o programa partidário do PT em Cadeia Nacional (rádio e televisão).

Publicidade
Publicidade

Marisa Letícia não gostou nada do fato dos brasileiros descontentes terem batido panelas contra seu marido.  “Enfiassem as panelas no c…”, diz um trecho da gravação. O áudio já foi divulgado agora à noite por alguns sites, mas por enquanto, a polícia federal só distribuiu oficialmente a transcrição do diálogo entre Marisa e seu filho.

A ligação telefônica nada educada já faz parte das investigações da Operação Lava Jato, comandada pelo juiz Sérgio Moro. Ele virou o nome mais conhecido durante as apurações dos crimes cometidos por políticos e empresários para desviar dinheiro da maior estatal brasileira, a Petrobrás. A investigação agora quer saber se Lula recebeu vantagens indevidas de empreiteiros e outros políticos para facilitar que a corrupção acontecesse. Em troca da ajuda, Lula ganharia benefícios.

Publicidade

Alguns destes são apontados como o sítio em Atibaia e o Triplex no Guarujá, São Paulo. 

Ainda nos trechos divulgados da ligação, o filho de Lula lembra que a família está no olho do furacão. Ele questiona se naquele dia tinha ou não acontecido protestos em São Bernardo do Campo, região conhecida por ser o reduto político de Luiz Inácio Lula da Silva. Marisa então revela que as manifestações só foram feitas por "coxinhas", que segundo ela, não conseguiam comprar apartamentos de meio milhão de reais a vista. o #Dilma Rousseff #Impeachment