Um dia após as maiores manifestações já ocorridas no Brasil, que levaram, segundo os organizadores, cerca de sete milhões de pessoas às ruas, o governo federal se articula e ao que tudo indica nomeará o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para algum ministério. A informação foi dada nesta segunda-feira, 15, por diversos colunistas políticos. A maioria aposta que ele aceite a Casa Civil, mesmo posto que Dilma Rousseff ocupou em seu governo antes dela ser presidente. Como Ministro, #Lula deixa de ser um cidadão comum e passa a ter foro privilegiado. Dessa forma, uma prisão preventiva ou definitiva só poderia ser votada pelo Supremo Tribunal Federal, o STF.

Publicidade
Publicidade

Outra hipótese destacado por um site vinculado ao Partido dos Trabalhadores, o PT, é que Lula assuma a Secretaria de governo de Dilma.

A decisão acontece no mesmo momento em que a #Justiça de São Paulo encaminhou a denúncia do Ministério Público da região para Sérgio Moro. Agora Lula será julgado pela Justiça Federal de Curitiba. A novidade já foi confirmada até mesmo pelo Tribunal de Justiça local. Além de Lula, outras quinze pessoas terão a análise de prisão preventiva decidida por Sergio Moro. Lembrando que o juiz é o mesmo que já mandou prender diversos políticos e empresários durante a maior investigação da história no país. Ele está a frente da operação Lava Jato, que apura o dinheiro desviado da maior estatal brasileira, a Petrobrás. Nos protestos que aconteceram neste domingo, 13, milhares de pessoas apoiaram a postura do profissional da justiça. 

Até então, quem analisaria de Lula seria ou não preso de maneira preventiva era a juíza Ernandes Veiga de Oliveira.

Publicidade

Ela assinou sua decisão de trocar quem julgaria Lula argumentando que os crimes supostamente cometidos pelo o ex-presidente seriam federais e não estaduais, portanto, ela não teria competência para julgar o líder do Partido dos Trabalhadores. Enquanto Dilma tenta salvar seu companheiro político, os parlamentares trabalham para acelerar o processo de #Impeachment