Na tarde desta terça-feira, 29, o PMDB anunciou por aclamação que não faz mais parte do governo da presidente da república Dilma Rousseff. Minutos antes da votação, no entanto, os parlamentares do partido de Michel Temer 'esculachavam' a líder do país através de grupos do WhatsApp. A revelação foi feita pelo site da Revista Veja. Deputados compartilharam entre si piadas e charges sobre o fato da companheira política de Luiz Inácio #Lula da Silva ter fica sozinha justamente quando o seu #Impeachment parece mais iminente. Ainda nesta segunda-feira, 28, mesmo sem a decisão oficial dos peemedebistas, o Ministro do Turismo pediu sua demissão dizendo que não se sentiria confortável em continuar no cargo.

Publicidade
Publicidade

Outros seis Ministros do PMDB estão em seus postos no governo dia. Pelo menos um deles pode mudar de legenda para continuar no posto. 

Uma das publicações é a compartilhada nesta imagem de cada de nossa reportagem. Ela mostra Dilma diretamente de seu gabinete assistindo a debandada dos líderes do PMDB. Ainda na semana passada, diretórios estaduais começaram a anunciar suas decisões, um dos maiores berços políticos perdidos pela presidente foi o do Rio de Janeiro, onde pelo menos um milhão de pessoas foi às ruas (segundo organizadores) pedindo que a chefe política do país abandone o governo, que Luiz Inácio Lula da Silva seja preso e que as investigações da Lava Jato não só continuem, mas também fiquem a cargo do juiz federal Sérgio Moro.

Nesta segunda, Lula deu uma entrevista à imprensa internacional dizendo que esperava que Sérgio Moro não tivesse sido mordido por uma "mosquinha azul", expressão que indica quando uma pessoa está agindo com muita soberba.

Publicidade

Ele ainda pediu que Deus coloque às mãos na cabeça do juiz, solicitando que ele seja justo em seu julgamento. A entrevista dada pelo ex-presidente a veículos internacionais aconteceu dias depois de Dilma ter feito o mesmo. Na conversa com os jornalistas, ela chegou a dizer que estavam tentando fazer um golpe político no Brasil.  #Dilma Rousseff